Carrefour prevê gastar R$ 300 milhões nas lojas compradas do Makro

Desde 2009 já foram convertidos 15 de seus hipermercados em unidades de atacarejo.

Mercado Financeiro / 19:01 - 21 de fev de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O Carrefour Brasil estima gastar cerca de R$ 300 milhões para converter as 30 lojas adquiridas do Makro para o formato Atacadão. Desde 2009, o Carrefour Brasil converteu 15 de seus hipermercados em unidades de atacarejo e pode considerar futuras conversões dependendo do desempenho dos 104 hipermercados restantes em seu portfólio.

Nossos concorrentes deixaram de apostar nesse formato, mas o hipermercado é peça fundamental dentro do nosso ecossistema para alavancar o Banco Carrefour”, explicou Luis Moreno, diretor executivo do Carrefour Varejo.

O diretor vice-presidente de finanças e de relações com investidores, Sébastien Durchon, disse que o Carrefour Brasil está disposto a analisar a aquisição de hipermercados do GPA, embora o grupo ainda não tenha feito nenhuma oferta.

Conforme a Reuters, essa estratégia também vem sendo adotada pelo concorrente GPA para expandir seu próprio negócio de atacarejo Assaí. Na quinta-feira, a subsidiária brasileira do varejista Casino Guichard Perrachon anunciou planos para converter cerca de 20 hipermercados Extra em Assaí, além de vender ou fechar outros 10. “Em geral, o Carrefour Brasil mais uma vez superou o GPA”, avaliou a equipe do BTG Pactual em nota a clientes, mesmo com as margens pressionadas por investimentos maiores.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor