Casa Cor 2021

Exposição estará de volta em janeiro.

Novos Tempos / 17:01 - 15 de out de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

O paisagista Ricardo Portilho participa pela primeira vez do Casa Cor, que completa 30 anos, com o jardim do bambuzal e o jardim do café, de 19 de janeiro a 8 de março.

 

Roosevelt Hamam

A Câmara Municipal de São Paulo homenageia, nesta sexta, às 17 horas, o pai da indústria de eventos, no Brasil, Roosevelt Haman, com o título de cidadão paulistano, por iniciativa do vereador André Santos.

 

Ao mestre com carinho

Dia 15 de outubro foi mais uma data dedicada a heróis da pandemia brasileira. Nossos professores que fizeram uma verdadeira revolução. A Escola é o templo da Cidadania. Viva Paulo Freire.

 

Exemplo de prestação de serviço

Uma menção especial à Caçula, onde um leitor assíduo da coluna comprou uma mochila com o preço menor na gôndola e foi honrado com educação e pedido de desculpas inclusive. Parabéns!

 

Falta de respeito

Lamentável alguns restaurantes de Ipanema e Lagoa que colocaram mesas nas calçadas e permitiram aglomeração com total falta de distanciamento no último feriado. Fora ônibus sem guias de turismo que despejavam turistas em Copacabana. Que vergonha!

 

Um tempo diferente

Comemorar aniversários, datas importantes e postá-los em redes sociais com centenas de curtidas faz parte dos novos tempos. A maior parte entende a gravidade do momento e faz comemorações familiares em casa. Sabe que não é o momento para festas.

 

Rio Convention em pauta

A competente Roberta Guimarães Werner, com passagens de sucesso pelo Fasano e Cadeia Accor, é a primeira mulher e turismóloga a assumir a direção executiva da entidade.

 

Pensamento da semana

Ser criança é ter a ternura no coração elevada ao cubo. E sentir uma timidez misturada com alegria em relação ao desconhecido. E sorrir, com uma malícia de descoberta continua. E viver com uma imensidão de sentimentos tão profundos que espalham esperança. E se preparar para o mundo aprendendo a andar, a falar, a sentir, a entender tudo em volta, se comunicando com poucas palavras mas que trazem verdades subjetivas. E viver um mundo da fantasia com cores e desenhos tão significativos. E cair e se levantar para conhecer os caminhos da vida. E guardar uma vontade muito grande de amar sem saber bem o que significa o ódio mas já entendendo que a vida é algo de tão bonito que dias ensolarados ou chuvosos trazem gotas de paz. Sim, ser criança é viver a eternidade da criatividade, do choro, do querer um afago constante dos pais e ficar maravilhada com pequenos gestos de gentileza. A criança que hoje nos habita ou deveria tem que ser festejada sempre, e sua construção é vital para nossa felicidade ou nossos desajustes emocionais. Viva o dia 12 de outubro, viva o Dia da Criança!

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor