Castro prorroga medidas contra covid-19 por mais uma semana no Rio

Objetivo é conter o avanço da pandemia no estado.

O governo do Rio de Janeiro decidiu estender por mais uma semana os efeitos do decreto editado na última sexta-feira que endureceu as medidas restritivas para conter o avanço da covid-19 no estado. Dessa forma, está mantido em todos os municípios fluminenses o toque de recolher entre as 23h e as 5h. Durante este horário, é proibida a permanência de pessoas nas vias públicas.

A princípio, o decreto teria validade até esta quinta-feira. Segundo o governo, a extensão dos efeitos do decreto foi definida com base em dados técnicos apresentados pela Secretaria de Estado de Saúde. Conforme a decisão anunciada nesta quarta-feira, as medidas continuam em vigor até o próximo dia 25.

O Rio de Janeiro, bem como os demais estados brasileiros, atravessa um dos momentos mais críticos desde o início da pandemia de covid-19. A taxa de ocupação de leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) disponibilizados na rede pública para pacientes com covid-19 alcançou 94% na capital fluminense.

Em todo o país, foram registradas na última terça-feira 2,84 mil mortes por covid-19), mais um recorde diário.

Em nota, o governo pede que a população fortaleça ações como distanciamento social e mantenha o uso de máscaras. Além do toque de recolher, o governo estadual manteve o veto às festas com bilheteria, que não têm caráter social. Comemorações de 15 anos, casamentos e formaturas podem ocorrer, desde que se respeite o limite de 50% de ocupação nas casas de festa.

Da mesma forma, bares e restaurantes podem funcionar com metade da capacidade de lotação, mas precisam fechar as portas às 23h. Já os serviços de delivery e drive-thru estão permitidos sem limitação de horário.

Parques, museus, cinemas, teatros, academias e clubes sociais também devem respeitar o limite de ocupação de 50%. “Ficam mantidas as atividades esportivas de alto rendimento, sem público, respeitando-se os devidos protocolos e autorizados pela Secretaria de Estado de Saúde”, informa o governo.

O funcionamento do comércio está autorizado com algumas regras. Lojas de rua podem manter as portas abertas das 8h30 às 17h30. Os shopping centers estão autorizados a funcionar com até 75% da capacidade, entre as 10h30 e as 22h. Para estabelecimentos voltados a serviços essenciais não há limitação.

Na capital do estado, também vigora um decreto da prefeitura. Com validade até a próxima segunda-feira, a norma também fixa o toque de recolher entre as 23h e as 5h, mas adota algumas medidas mais rígidas. Bares e restaurantes, por exemplo, devem encerrar o funcionamento até as 21h. O comércio está autorizado a funcionar entre as 10h30 e as 21h.

Além disso, a maioria das atividades econômicas com atendimento presencial deve respeitar a lotação máxima de 40%. Há previsão de multa no valor de R$ 562,42 para pessoas que não usarem máscaras ou participarem de aglomerações. Estabelecimento que desrespeitarem as normas serão multados.

Da Agência Brasil

Leia mais:

Comércio carioca vendeu -6,5% em fevereiro

Em audiências, 25% das mulheres não obtêm conversão de prisão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Criação de mais um monopólio privado regional

Recurso de petroleiros contra decisão do Cade sobre venda da Reman

Simone Tebet chama momento do Brasil de ‘desalentador’

Para senadora, grande problema do Brasil é o chamado Presidencialismo de coalizão, 'que tem sido muito negativo para o país.'

STJ afasta suspensão de busca e apreensão de veículos

Decisão facilita que instituições financeiras concedam crédito.

Últimas Notícias

Criação de mais um monopólio privado regional

Recurso de petroleiros contra decisão do Cade sobre venda da Reman

Restrição do Fed pode impulsionar a saída de capital dos países da AL

Sinalizou uma política monetária mais restritiva em meio às expectativas de inflações mais altas

Setores fortemente impactados com a pandemia reagem na Bolsa

Alta é influenciada pelo anúncio da reabertura gradual da China

China está confiante na recuperação econômica

Produção de carvão bruto, petróleo bruto e gás natural aumentou 10,7%, 4% e 4,7%, respectivamente, ano a ano

B3 lança fundo para investir em startups

Nova frente nasce com capital de R$ 600 milhões