Início Negócios Internacionais

Negócios Internacionais

Aplicativo de namoro faz fortuna de US$ 1,5 bi

Uma notícia replicada pela BBC nesta segunda-feira atesta que aplicativos de namoro são meios que geram fortunas. Isso aconteceu com a norte-americana Whitney Wolfe,...

Indústria pede R$ 1,6 bi para Proex Equalização

A cada US$ 1 alocado no programa, são gerados US$ 25,7 em exportações de alto valor agregado

Eliminada exigência de licença para importação de 210 produtos

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Secex/ME) eliminou a exigência de licenças automáticas de importação para 88 produtos e...

China garante o superávit da balança comercial do Brasil

A China foi a principal fonte de contribuição para o superávit da balança comercial do Brasil, com importações de US$ 4,5 bilhões...

China lidera destino das exportações brasileiras

Nação asiática pretende dobrar a demanda por produtos agrícolas até 2050.

Crescimento da economia chinesa aumentará exportações brasileiras

Vendas cresceram 14,6% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2019.

Pandemia afeta negativamente as indústrias exportadoras

Entre as importadoras, queda foi ainda pior: atingiu 70%.

CNI lança cursos online para ajudar empresas a exportarem

Programa de qualificação tem opções que vão desde o básico até temas mais avançados.

Últimas Notícias

Lei do Superendividamento favorece negociação e cobrança humanizada

Início das multas no contexto da LGPD também deve frear a oferta de crédito a quem não pode pagar.

Mercado de fertilizantes especiais cresce 41,8% em 2020

Neste ano, a expectativa é de que o setor obtenha uma nova elevação de 24%.

Consumo nos setores de turismo e diversão cresce em junho no Rio

O consumo das classes C e D no Brasil recuou 5% em junho, depois de ter subido 8% em maio, de acordo com a...

População de países emergentes fica ainda mais pobre

Perda de renda foi 2x maior que nas nações ricas.

Pagamento indevidos: TCU encontra 11% de inconsistências no INSS

‘Falhas afetam a confiabilidade do banco de dados’ de benefícios previdenciários.