Início Opinião do Analista

Opinião do Analista

Análise empresas: Bahia Sul

Tem por objetivo a fabricação e a comercialização, no país e no exterior, de celulose de fibra curta de eucalipto e papel para imprimir...

Análise empresas: Vale do Rio Doce

VALE DO RIO DOCE Tem como atividades predominantes a extração, o beneficiamento e a venda de minério de ferro, pelotas, ouro, manganês e potássio, além...

Vale do Rio Doce pn

Os gráficos das ações preferenciais da Vale do Rio Doce apresentam as seguintes indicações: Tendência primária: Baixa Tendência secundária: Estável Resistência atual: forte na faixa de R$...

Análise empresas: Bradesco

BRADESCO Resultados - Nove primeiros meses de 2000 Recursos administrados, compreendendo fundos de investimento e carteiras administradas R$ 51.230 milhões + 40,25% Carteira de Câmbio, obrigação por...

Bradesco pn

Os gráficos das ações preferenciais do banco Bradesco apresentam as seguintes indicações: Tendência primária: Estável Tendência secundária: Estável Resistência atual: forte na faixa de R$ 13,00 Resistência principal:...

Análise empresas: banco Itaú

BANCO ITAÚ Nos primeiros nove meses deste ano, seu lucro líquido consolidado alcançou R$ 1.262 milhões (R$ 462 milhões no terceiro trimestre). A rentabilidade anualizada...

Itaú pn

Os gráficos das ações preferenciais do banco Itaú apresentam as seguintes indicações: Tendência primária: Estável Tendência secundária: Estável Resistência atual: forte na faixa de R$ 155,00 Resistência principal:...

Rossi Residencial on

Os gráficos das ações ordinárias da Rossi Residencial apresentam as seguintes indicações: Tendência primária: Baixa Tendência secundária: Baixa Resistência atual: forte na faixa de R$ 0,55 Resistência principal:...

Últimas Notícias

Mais de 100 milhões de macarrão “fedorento” chinês entregues em 2021

A Região Autônoma de Guangxi da Etnia Zhuang, no sul da China, entregou este ano mais de 100 milhões de pacotes de sua especialidade de macarrão de arroz, conhecida como "Luosifen" em chinês.

Escala da indústria de big data chinesa excederá 3 trilhões em 2025

A escala da indústria de big data da China tem a previsão de superar 3 trilhões de yuan pelo final do ano 2025, de acordo com o plano de desenvolvimento para a indústria de big data, durante o período do 14º Plano Quinquenal divulgado pelo Ministério da Indústria e Informatização (MIIT, sigla em inglês) nesta terça-feira.

Potencial das pessoas para promover a diversidade

Por André Abram.

Aumento do número de juízes dos TRFs é sancionado por Bolsonaro

Lei 14.253, de 2021 não gera aumento de despesas.

Alta dos juros já impacta concessão de crédito imobiliário

Em outubro, o volume de crédito imobiliário alcançou a marca de R$ 17,1 bi.