China: 42,4% de capacidade instalada de energia renovável em 2020

A China aponta avanços na exploração e no uso de fontes de energia renováveis em meio aos esforços para reduzir as emissões de carbono e promover o desenvolvimento ecológico, disse nesta terça-feira (31) a Administração Nacional de Energia.

A capacidade instalada de geração de energia renovável do país totalizava 930 milhões de quilowatts no fim de 2020, representando 42,4% do total do país, disse Zhang Jianhua, chefe da administração, em uma entrevista coletiva.

No mundo, o país tem a maior capacidade instalada de geração de energia hidrelétrica há 16 anos seguidos, de eólica há 11 anos seguidos e de fotovoltaica há seis anos seguidos, disse Zhang.

Segundo a agência Xinhua, no ano passado, o uso de energia renovável na China chegou a 680 milhões de toneladas equivalentes de carvão padrão, gerando a mesma energia que quase 1 bilhão de toneladas de carvão. Isso ajudou a reduzir as emissões de dióxido de carbono, dióxido de enxofre e óxido de nitrogênio em 1,79 bilhão de toneladas, 864 mil toneladas e 798 mil toneladas, respectivamente.

A energia gerada por fontes de energia renovável atingiu 2,2 trilhões de quilowatts-hora na China no ano passado, respondendo por 29,5% do consumo total de eletricidade do país, um aumento de 9,5 pontos percentuais em relação a 2012, segundo Zhang.

Mais medidas

Zhang também observou que a administração tomará outras medidas para impulsionar o desenvolvimento de energia renovável em grande escala, de alta qualidade e orientada para o mercado e construir ativamente um sistema de energia com nova energia como pilar.

Mais esforços serão feitos para acelerar a geração de energia eólica e solar, aumentar a geração de energia hidrelétrica de acordo com as condições locais e promover ativamente e ordenadamente a geração de energia nuclear enquanto garantir a segurança, de acordo com Zhang.

Ao mesmo tempo, serão adotados padrões mais rígidos de consumo de energia para apoiar e promover o uso de energia não fóssil e mudar o uso de energia nos setores e áreas chave, como indústria, construção e transporte, disse ele.

Leia também:

EUA prorrogam até maio auxílio a pequenas empresas

Interrupção de Suez terá reflexo em comércio com árabes

Artigos Relacionados

Franceses pouparão 160 bi de euros com ajuda do governo

A ajuda financeira recebida do governo por causa da pandemia da Covid-19, possibilitará aos franceses uma poupança em torno de 160 bilhões de euros,...

Raúl Castro passa para um civil a liderança do PCC

O primeiro secretário do Partido Comunista de Cuba (PCC), general do Exército Raúl Castro, anunciou sua aposentadoria à frente dessa organização política, cujo VIII...

Exportação de manga brasileira bateu recorde em 2020

Números totalizaram US$ 246 milhões; Tommy Atkins foram mais para os EUA; Kent, Keitt e Palmer, para a Europa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Campos marítimos do pós-sal estão em decadência

Os campos marítimos do pós-sal já produziram cerca de 16 bilhões de barris de óleo equivalente ao longo de sua história, ou seja, 63%...

Motoboys protestam em São Paulo

Entregadores tomaram ruas de São Paulo contra baixa remuneração e péssimas condições de trabalho

BC altera norma para segunda fase do open banking

Medida complementa regulamentação que estabelece requisitos técnicos de fase que vai permitir compartilhamento de dados e transações de clientes.

Confiança do consumidor medida por Michigan ficou abaixo do esperado

Índice registrou leitura de 86,5 na prévia de abril e o esperado era 89.

Escolha de conselheiros da ANPD preocupa por conflito de interesses

Entre os indicados há diretores e encarregados de dados pessoais de grandes empresas da internet.