China acelera desenvolvimento de medicamentos contra COVID-19

Com o mundo ainda dominado pela pandemia da COVID-19, os cientistas chineses estão acelerando o desenvolvimento de medicamentos contra a doença.

Uma trabalhadora médica trabalha em um laboratório de teste inflado a ar “Falcon” para teste de ácido nucleico COVID-19 em Dalian, na Província de Liaoning, no nordeste da China, em 15 de novembro de 2021. (Xinhua/Yao Jianfeng)

Xinhua - Silk Road

Beijing, 17 Nov (Xinhua) — Com o mundo ainda dominado pela pandemia da COVID-19, os cientistas chineses estão acelerando o desenvolvimento de medicamentos contra a doença.

A Universidade Tsinghua, o Terceiro Hospital Popular de Shenzhen e a Brii Biosciences desenvolveram em conjunto uma terapia de coquetel de anticorpos monoclonais BRII-196 e BRII-198, derivados de anticorpos isolados de pessoas que se recuperaram da COVID-19.

No exterior, a terapia com coquetéis está passando pela terceira fase de testes clínicos em sete países, incluindo Estados Unidos, Brasil e Filipinas.

“Os medicamentos BRII-196/BRII-198 foram usados no tratamento clínico de mais de 700 pacientes na China e os dados de ensaios clínicos em casa e no exterior mostram que os medicamentos podem reduzir sintomas graves e mortalidade em 78%”, disse Zhang Linqi, professor da Escola de Medicina da Universidade Tsinghua.

A equipe de pesquisa solicitou à Administração Nacional de Produtos Médicos uma autorização de comercialização condicional em 9 de outubro.

A China organizou três rotas técnicas para o desenvolvimento do medicamento contra COVID-19, principalmente com foco no bloqueio da entrada do vírus nas células, inibindo a replicação do vírus e regulando o sistema imunológico humano.

DXP-604, um novo medicamento de anticorpo neutralizante, também foi aprovado no Hospital Ditan de Beijing para uso compassivo, uma opção para tratar pacientes com condições de risco de vida com produtos médicos fora dos ensaios clínicos quando nenhum outro tratamento está disponível.

A droga foi desenvolvida em conjunto pela Singlomics Biopharmaceuticals e uma equipe liderada por Xie Xiaoliang, professor da Universidade de Peking.

Leia também:

Belarus recebe novo lote de vacinas chinesas contra a COVID-19

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Brilhante comércio de cerejas entre a China e o Chile

Um total de 356.000 toneladas de cerejas foram exportadas do Chile durante a temporada 2021-2022, com 88% do total indo para a China, de acordo com a iQonsulting, uma empresa de consultoria, com sede em Santiago, capital do Chile.

Empresa chinesa construirá parque de ciências agrícolas em Paracatu

A Prefeitura de Paracatu, no estado brasileiro de Minas Gerais, assinou um acordo com uma empresa chinesa para abrigar um parque de ciências agrícolas, visando construir o maior centro sul-americano de pesquisa e desenvolvimento de sementes de soja e milho e da cadeia de suprimentos.

FMI Eleva pesos de renminbi e dólar na cesta de SDR

O Fundo Monetário Internacional anunciou no sábado um aumento no peso do renminbi chinês e do dólar americano na cesta de Direitos Especiais de Saque (SDR) após concluir a revisão quinquenal.

Últimas Notícias

Previdência privada é pouco usada; 92% dependem de recursos do INSS

Mais da metade dos brasileiros gostaria de parar de trabalhar com 60 anos, mas só 28% acham que vão conseguir.

Brilhante comércio de cerejas entre a China e o Chile

Um total de 356.000 toneladas de cerejas foram exportadas do Chile durante a temporada 2021-2022, com 88% do total indo para a China, de acordo com a iQonsulting, uma empresa de consultoria, com sede em Santiago, capital do Chile.

Empresa chinesa construirá parque de ciências agrícolas em Paracatu

A Prefeitura de Paracatu, no estado brasileiro de Minas Gerais, assinou um acordo com uma empresa chinesa para abrigar um parque de ciências agrícolas, visando construir o maior centro sul-americano de pesquisa e desenvolvimento de sementes de soja e milho e da cadeia de suprimentos.

Criação de mais um monopólio privado regional

Recurso de petroleiros contra decisão do Cade sobre venda da Reman

Restrição do Fed pode impulsionar a saída de capital dos países da AL

Sinalizou uma política monetária mais restritiva em meio às expectativas de inflações mais altas