China continua sendo destino favorito de investimento, informa WSJ

A China continua sendo um grande destino de investimento, pois suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

Uma mulher toma táxi autônomo na rua Daoxianghu, no distrito de Haidian, em Beijing, capital da China, 14 de outubro de 2020. (Xinhua/Ren Chao)

Xinhua - Silk Road

 

Nova York, 13 jan (Xinhua) — A China continua sendo um grande destino de investimento, já que suas startups de tecnologia atraíram uma quantidade recorde de financiamento de risco no ano passado, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira.

No ano de 2021, investidores de capital de risco colocaram 129 bilhões de dólares em mais de 5.300 startups na China, acima do último recorde em 2018, quando o mercado recebeu cerca de 115 bilhões de dólares, segundo um relatório citando os dados do banco de investimentos Preqin.

Ao contrário dos anos anteriores, quando a maior parte do investimento na tecnologia chinesa foi para startups de internet relacionado ao comércio eletrônico, a maior parte do dinheiro no ano passado foi direcionada para áreas como semicondutores, biotecnologia e tecnologia da informação. Fim

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

CMOC gastará US$ 1,826 bilhão no projeto de KFM em Congo

O CMOC Group Limited (603993.SH, 03993.HK) anunciou nesta quinta-feira que investirá cerca de 1,826 bilhão de dólares na fase I do desenvolvimento do projeto da mina de cobre-cobalto de Kisanfu (KFM), na República Democrática do Congo (RDC).

Banco central da China injeta liquidez via recompra reversa

O Banco Central da China injetou nesta sexta-feira 10 bilhões de yuans (cerca de 1,5 bilhões de dólares) de recompra reversa, visando manter a liquidez do sistema bancário.

O mercado de pequenos artigos chineses é inaugurado em Dubai

O mercado de Yiwu, um centro de compras para pequenas mercadorias chinesas, foi inaugurado nesta quinta-feira em Dubai, oferecendo uma alternativa de mercado para compradores estrangeiros adquirirem produtos fabricados na China, informou Chinanews.com.

Últimas Notícias

As rotas do Ártico: meta estratégica prioritária

Por Edoardo Pacelli.

Indústria naval apresenta propostas para eleições 2022

Setor quer deixar para trás maré ruim dos últimos 7 anos

Com ações no zero a zero, TC busca culpados da especulação

Em fato relevante, companhia afirma que tem sido alvo de uma campanha de desinformação

Criptomoedas: avaliações sobre o 1º semestre e perspectivas para o 2º

Alta dos juros e Ucrânia derrubaram cotações, dizem especialistas.

Energia solar: Minas é líder com mais de 16% da participação nacional

Estado atinge marca histórica de mais de 2 GW em operação da fonte solar, um aumento de 13%.