China deve crescer 2% em 2020 e 7,9% em 2021, acredita Banco Mundial

Recuperação faz instituição elevar projeções feitas em junho.

Internacional / 20:58 - 30 de set de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A economia da China deve crescer 2% em 2020, acima da projeção de crescimento de 1% divulgada em junho, previu o Banco Mundial esta semana. O crescimento será impulsionado pelos gastos do governo, fortes exportações e uma baixa taxa de novas infecções pela Covid-19 desde março, mas restringido pelo consumo doméstico lento, disse o banco na Atualização Econômica de Outubro de 2020 para o Leste da Ásia e o Pacífico.

O restante da região, no entanto, deve contrair 3,5%, de acordo com o relatório. A região como um todo deve crescer apenas 0,9% em 2020, a menor taxa desde 1967. Nas Perspectivas Econômicas Globais semestrais divulgadas no início de junho, o Banco Mundial projetou que a região do Leste da Ásia e Pacífico crescerá 0,5% em 2020.

Conforme a agência Xinhua, o Banco Mundial destacou na atualização regional que as perspectivas serão mais brilhantes em 2021, com crescimento previsto para atingir 7,9% na China e 5,1% no resto da região, “com base no pressuposto de recuperação e normalização contínuas das atividades nas principais economias, ligadas à possível chegada de uma vacina”.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor