China e Argentina concordam em fortalecer cooperação do Cinturão&Rota

O Conselheiro de Estado e Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi e o Ministro das Relações Exteriores da Argentina, Santiago Cafiero se comprometeram a fortalecer a coordenação e aumentar a cooperação na construção do Cinturão e Rota entre seus países.

O conselheiro de Estado chinês e ministro das Relações Exteriores, Wang Yi, se encontra com o ministro das Relações Exteriores da Argentina, Santiago Cafiero, na ocasião da reunião dos ministros das Relações Exteriores do Grupo dos 20 (G20) em Bali, Indonésia, 7 de julho de 2022. (Xinhua/Xu Qin)

Xinhua - Silk Road

 

Bali, Indonésia, 8 jul (Xinhua) — O Conselheiro de Estado e Ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi e o Ministro das Relações Exteriores da Argentina, Santiago Cafiero se comprometeram a fortalecer a coordenação e aumentar a cooperação na construção do Cinturão e Rota entre seus países.

Eles se reuniram nesta quinta-feira na ocasião da reunião de ministros das Relações Exteriores do Grupo dos 20 (G20), realizada em Bali, na Indonésia.

Durante a reunião, Wang disse que a sólida confiança mútua e amizade estabelecida entre os dois chefes de Estado forneceram orientação estratégica para o desenvolvimento das relações bilaterais, acrescentando que a China aprecia muito dessa amizade entre os dois países.

Este ano marca o 50º aniversário do estabelecimento de laços diplomáticos entre os dois países, e a China está disposta a trabalhar com a Argentina para avançar na construção do Cinturão e Rota de alta qualidade, ajudando a acelerar seu respectivo desenvolvimento e revitalização, segundo Wang.

Wang disse que ambos os lados devem aproveitar a oportunidade do Ano da Amizade e Cooperação China-Argentina 2022, para aumentar o entendimento mútuo com objetivo de consolidar o apoio popular à amizade bilateral em prol da cooperação pragmática bilateral para os próximos 50 anos.

Wang observou que o lado chinês entende e apoia a Argentina na manutenção de sua soberania territorial e dignidade nacional, e permanecerá firmemente do lado argentino em questões relacionadas aos interesses centrais de cada um.

Ambos como importantes mercados emergentes, a China e a Argentina compartilham amplo consenso e interesses comuns em assuntos internacionais e regionais, disse Wang, acrescentando que a China está disposta a unir esforços com a Argentina na prática do verdadeiro multilateralismo, mantendo as normas básicas que regem as relações internacionais e salvaguardando a justiça internacional.

Argentina e China têm uma longa história de amizade, disse Cafiero, observando que o lado argentino admira as conquistas de desenvolvimento da China e aprecia a China por seu apoio à Argentina na questão da soberania sobre as Ilhas Malvinas.

Ele enfatizou que a Argentina segue firmemente a política de Uma Só China e espera aumentar a sinergia com a Iniciativa do Cinturão e Rota, fazer melhor uso do mecanismo de cooperação bilateral e traçar o curso para os próximos 50 anos de cooperação bilateral.

A Argentina elogia o importante papel de liderança da China no avanço do desenvolvimento global e aprecia a China por convidar a Argentina para as reuniões dos líderes dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), disse Cafiero, expressando a disposição de seu país para fortalecer a sinergia com o mecanismo BRICS.

Ele disse que a Argentina admira a China por tomar uma posição objetiva nos assuntos internacionais e apelar a um cessar-fogo para dar uma chance à paz.

O lado argentino está disposto a trabalhar com a China para fortalecer a Cooperação Sul-Sul, defender o multilateralismo e proteger os direitos e interesses legítimos dos mercados emergentes, disse Cafiero.

Ambos os lados trocaram opiniões sobre a cooperação China-América Latina e concordaram em aumentar a comunicação e a coordenação, de modo a ajudar a América Latina a lidar com o efeito cascata da situação da Ucrânia.

Wang expressou o apoio da China à Argentina ao assumir a presidência pro tempore da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos, dizendo que a China está pronta para dar as mãos à Argentina para construir a comunidade China-América Latina com um futuro compartilhado baseada na igualdade, benefício mútuo, inovação, abertura e bem-estar centrado nos povos. Fim

 

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Investidores favorecem ETFs médicos em meio a flutuações de mercado

As ações dos fundos negociados em bolsa (ETFs) médicos da China se recuperaram recentemente a favor da compra dos investidores, apesar do seu desempenho fraco em geral, informou Xinhua Finance nesta quarta-feira.

Baidu da China operará taxis autônomos em duas cidades

A gigante chinesa de tecnologia Baidu obteve a permissão para operar comercialmente táxis totalmente autônomos em vias públicas nas cidades de Wuhan e Chongqing.

SF Supply Chain fortalece a cooperação com o Grupo Michelin

A SF Supply Chain, o provedor líder de serviços de cadeia de suprimentos na China, anunciou recentemente que fornecerá soluções integradas e inovadoras de cadeia de suprimentos ao fabricante francês de pneus, Michelin Group, para fortalecer ainda mais a cooperação de cinco anos entre os dois lados, informou o comnews.cn nesta terça-feira.

Últimas Notícias

Burocracia bancária faz sete em cada 10 brasileiros perderem dinheiro

Já Pix alcança o segundo lugar no ranking de meios de pagamento aceitos pelo comércio eletrônico.

‘Americano’?

Por Eduardo Marinho.

Jô Soares, eterno em nossos corações e mentes

Por Paulo Alonso.

Microcrédito para taxistas será votado na terça

Projeto de André Ceciliano abre linha de até R$ 80 mil para renovar frota.

Safra de grãos deve ser de 271,4 milhões de t em 2021/22

Levantamento é da Conab; já queda nas safras leva à retração da Região Sul no primeiro trimestre.