China estreia na F1 com Zhou Guanyu se juntando à Alfa Romeo

A Alfa Romeo Racing ORLEN irá experimentar uma “injeção de talento e entusiasmo juvenil para a temporada de 2022”, depois de Zhou Guanyu juntar-se à equipe como piloto de corrida. O jovem chinês, vencedor de várias corridas no Campeonato FIA F2, fará sua estreia em F1 no grid para a próxima temporada em Bahrein.

Zhou Guanyu (C) borrifa champagne no pódio após vencer a corrida de F2 em Mônaco 2021, flanqueado pelo segundo lugar Felipe Drugovich (E) e terceiro lugar Roy Nissany (D).

Xinhua - Silk Road

Milan, 19 Nov (Xinhua) — A Alfa Romeo Racing ORLEN irá experimentar uma “injeção de talento e entusiasmo juvenil para a temporada de 2022”, depois de Zhou Guanyu juntar-se à equipe como piloto de corrida. O jovem chinês, vencedor de várias corridas no Campeonato FIA F2, fará sua estreia em F1 no grid para a próxima temporada em Bahrein.

Sucedido em todas as categorias de corrida na sua carreira, Zhou, de 22 anos, está no radar da maioria dos times de F1 há algum tempo. Ele finalizou em segundo lugar na F4 Italiana em 2015, antes de acumular vitórias na Euro F3 e F2 e a série de alimentação da F1. O ano de 2021, em particular, foi um ano marcante para o piloto, que atualmente está no segundo lugar nas colocações da F2 e está pronto para lançar um desafio pelo título nas duas últimas provas da temporada em Arábia Saudita e Abu Dhabi.

Conforme explicado em uma nota, “Zhou irá se juntar a uma equipe com herança e tradição, completando uma linha altamente competitiva ao lado do Valtteri Bottas”.

“A Alfa Romeo tem o prazer de receber Zhou Guanyu em sua família, o primeiro piloto chinês na Fórmula 1. A decisão de recrutamento dele foi tomada em total acordo com a equipe de corrida da Alfa Romeo e é o resultado de objetivo específico e estratégia clara; para a Alfa Romeo se tornar uma marca premium global. Zhou Guanyu representa uma oportunidade substancial para aproveitar ao máximo o potencial oferecido pela plataforma global da F1 e serve como um ponto de entrada privilegiado no mercado chinês, que desempenhará um papel notável no futuro da Alfa Romeo. Recebendo Zhou na equipe mostra o poder inclusivo de uma marca que inspira emoções viscerais e universais, compartilhadas por todo o mundo”, destacou Jean Philippe Imparato, CEO da Alfa Romeo.

Frederic Vasseur, chefe da equipe da Alfa Romeo Racing ORLEN, comentou que “é um prazer receber Zhou Guanyu na Alfa Romeo Racing ORLEN. Ele é um piloto muito talentoso, como seus resultados na F2 mostram, nós estamos ansiosos para ajudar o talento dele florescer ainda mais na Fórmula 1. Estamos orgulhosos da nossa escalação para 2022 e estamos confiantes que Zhou irá formar uma dupla de muito sucesso com Valtteri. Nós também estamos ansiosos para dar as boas-vindas a todos os novos fãs chineses que irão se juntar à equipe. Alfa Romeo Racing ORLEN é uma marca histórica que reencarna o espírito da Fórmula 1, vamos fazer o nosso melhor para que a experiência do nosso esporte seja excelente na China”.

Como afirma Zhou Guanyu, piloto de 2022 da Alfa Romeo Racing ORLEN, “Eu sonhava desde muito jovem escalar o mais alto que podia em um esporte que eu tenho paixão, agora o sonho se tornou realidade. É um privilégio para mim para começar minha carreira de corrida em Fórmula 1 com uma equipe icônica, uma equipe que que introduziu tantos talentos juvenis para Fórmula 1 no passado. Eu me sinto bem preparado para o imenso desafio da Fórmula 1, o auge do meu esporte, ao lado de um comprovado, talentoso de classe mundial Valtteri Bottas. Desejo agradecer a equipe Alfa Romeo Racing ORLEN por esta oportunidade. O objetivo do próximo ano serpa aprender o máximo possível e o mais rápido possível. Ser o primeiro piloto chinês em Fórmula 1 é um avanço para a história do automobilismo chinês. Eu sei que terão muitas esperanças em mim e como sempre, eu vou tomar isso como motivação para me tornar melhor e conquistar mais.”

Leia também:

Youtuber canadense traz a cidade de Chongqing para o mundo

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China toma medida para lidar com a inadimplência da Evergrande

Um passo crucial foi dado para abordar a recente inadimplência da incorporadora imobiliária China Evergrande Group, depois que o governo provincial de Guangdong realizou uma conversa regulatória com seu presidente e concordou em enviar um grupo de trabalho à empresa.

Indústria florestal floresce em Baise de Guangxi excedendo 15 bi yuans

A cidade de Baise, localizada na Região Autônoma Zhuang de Guangxi no sul da China, testemunhou a prosperidade da indústria florestal da cidade desde quando foi aprovada pelo Conselho do Estado para estabelecer uma zona piloto de desenvolvimento crítico e abertura em 2020, resultando em uma produção anual de mais de 15 bilhões de yuans no setor.

Cooperação China-Cingapura cria palcos para talentosos na China

Graças ao aprofundamento da cooperação entre China e Cingapura ao longo dos anos, a metrópole de Chongqing no sudoeste da China atraiu cada vez mais talentosos interdisciplinares a trabalharem juntos por um futuro melhor para os dois países.

Últimas Notícias

Lendas das small caps – market timing, recuperação e liquidez

O Monitor Mercantil publica a segunda parte do trabalho, iniciado no dia 18 de novembro, feito pela Trígono Capital sobre as sete lendas das...

Pesquisa mostra saúde financeira dos brasileiros

O brasileiro está “mais apertado” por conta da pandemia de Covid-19, com 6 em cada 10 pessoas reduzindo gastos neste período. E mais: 66%...

Recorde de retiradas líquidas da poupança: R$ 12,37 bi

O Banco Central (BC) informou, nesta segunda-feira, que as retiradas da caderneta de poupança superaram os depósitos em R$ 12,377 bilhões, em novembro. Essa...

Petrobras poderá se tornar uma empresa suja

A Petrobras anunciou no último dia 24 de novembro seu plano estratégico 2022-2026, com investimentos previstos de US$ 68 bilhões nos próximos 5 anos....

Empresas abertas na pandemia são 452% mais vulneráveis a fraudes

Com a chegada da pandemia e o aumento do desemprego, muitos brasileiros viram no empreendedorismo a oportunidade de conseguir uma renda mensal. A criação...