China faz investimento direto recorde nos EUA em 2015

Internacional / 05:39 - 4 de out de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Beijing - O investimento direto da China nos Estados Unidos alcançou um recorde de US$ 8 bilhões em 2015, com as empresas chinesas continuando a se expandir no exterior. O investimento nos EUA respondeu por 5,5% do IED da China, com o setor manufatureiro atraindo a maior parte, de acordo com um relatório do Ministério do Comércio, Departamento Nacional de Estatísticas e a Administração Estatal de Divisas. O setor manufatureiro norte-americano recebeu US$ 4 bilhões de investimento da China no ano passado, metade das inversões chinesas no país e um salto anual de 122,2%. Durante o período, as empresas chinesas realizaram 97 fusões e aquisições, avaliadas em US$ 13,1 bilhões. Quanto ao investimento existente da China nos EUA, o setor manufatureiro respondeu pela maior parte, 26,3%, ou US$ 10,7 bilhões. A maior fatia fica com a indústria automotiva, fusão de metais ferrosos, medicamento e produção de equipamentos de transporte, detalhou o relatório. A China é agora a segunda maior fonte de investimento no exterior no mundo, atrás só dos EUA. O IED chinês no setor não financeiro somou US$ 146 bilhões em 2015, subindo 18,3% em termos anuais e ultrapassando os US$ 136 bilhões de investimento direto estrangeiro que a China recebeu. Com isso,  primeira vez a China foi uma exportadora líquida de capital. Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor