China intensifica esforços para aliviar carga tributária das empresas

Os ministérios da China lançaram uma série de políticas de apoio, com o objetivo de manter as empresas e os negócios autônomos à tona, em meio à epidemia de COVID-19, com foco no corte de taxas e impostos.

Contribuintes restituem impostos para pequenas e micro empresas em Tianjin, no norte da China, 1º de abril de 2022. (Xinhua)

Xinhua - Silk Road

Beijing, 4 jul (Xinhua) — Os ministérios da China lançaram uma série de políticas de apoio, com o objetivo de manter as empresas e os negócios autônomos à tona, em meio à epidemia de COVID-19, com foco no corte de taxas e impostos.

O número de entidades de mercado registradas na China era de 159 milhões no final de maio, um aumento de 3,6% em relação ao final de 2021. Entre elas, 50,12 milhões são empresas e 107 milhões são negócios autônomos.

As entidades de mercado compõem a confiança e a resiliência do crescimento econômico da China, como também desempenham papéis fundamentais para manter a estabilidade da segunda maior economia do mundo, disse Yu Jun, porta-voz da Administração Estatal de Regulação do Mercado.

Além de introduzir uma série de medidas, como a redução de aluguel e o treinamento em habilidades de emprego, o principal regulador de mercado do país tem feito trabalhos para ajudar as entidades do mercado afetadas pelo COVID-19 de outras formas.

A sua filial no centro econômico da Província de Guangdong, no sul da China, tem emitido cupons de teste de qualidade de produto gratuitos para micro, pequenas e médias empresas no valor total de 20 milhões de yuans (cerca de 2,98 milhões de dólares), o que reduziu diretamente os custos corporativos neste campo.

A Administração Tributária do Estado divulgou uma série de políticas de apoio para aliviar a carga tributária das empresas, incluindo reembolsos de impostos, cortes de impostos e taxas e adiamentos.

Estima-se que a combinação de cortes de impostos e taxas alivie as despesas das empresas em 2,86 trilhões de yuans, no primeiro semestre deste ano.

Além disso, as prioridades foram dadas aos negócios de pequena escala, já que cerca de 70% do apoio fiscal e de taxas foram para micro, pequenas e médias empresas.

Na tentativa de facilitar o financiamento para empresas privadas do mercado de títulos, o principal regulador de valores mobiliários do país decidiu no início desta semana que, as taxas de transação para o financiamento de títulos de empresas privadas seriam dispensadas o máximo possível, esta medida deve cortar as taxas no valor de cerca de 160 milhões de yuans a cada ano.

“Esta medida, por outro lado, incentivará os investidores a comprarem títulos de empresas privadas, aumentando os seus volumes de financiamento”, disse Yuan Haixia, vice-diretor do instituto de pesquisa da agência de classificação de crédito CCXI.

Os dados financeiros mais recentes mostraram que os setores de manufatura e de serviços da China estão no caminho da recuperação, com o índice dos gerentes de compras em junho voltando ao território de expansão. Fim

Leia também:

China emite 3,32 trilhões de yuans em títulos do governo local

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China intensifica reforma de classificação de risco no mercado

A China intensificou a reforma no setor de classificação de créditos, à medida que novas regras para melhorar os padrões e regulamentações do setor entraram em vigor em 6 de agosto, em meio ao esforço mais amplo do país para reduzir os riscos financeiros e liberar ainda mais o potencial de seu enorme mercado de títulos.

China aprimora serviços de transporte para atender viagens de verão

A China vem aprimorando os serviços de transporte ferroviário e aéreo na corrida de viagens de verão, a fim de garantir viagens seguras para os passageiros.

Exportações de NEV da China aumentam 37,6% no ano em julho

As exportações de veículos de nova energia (NEV, sigla em inglês) da China registraram um crescimento anual de 37,6%, chegando a 54.000 unidades em julho, segundo os dados da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis (CAAM).

Últimas Notícias

Fiagros têm captação líquida satisfatória até junho

Esses fundos entraram em operação em agosto de 2021

Vendas financiadas de veículos leves e pesados crescem pouco

Em relação a julho de 2021, no entanto, queda é de 18,8%

Índices influenciaram o mercado nesta semana

Ibovespa encerrou nesta sexta-feira com alta de 2,33%

Petrobras informa sobre venda de direitos minerários de potássio

A Petrobras informa que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda de seus direitos minerários para pesquisa e lavra de...

China aposta no controle da inflação este ano

BPC: condições favoráveis para manter os preços geralmente estáveis