China oferece US$ 600 milhões em ajuda e empréstimos a países lusófonos

Internacional / 05:07 - 11 de out de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

A China oferecerá ajuda e empréstimos preferenciais no valor de 4 bilhões de iuanes (cerca de US$ 600 milhões) para os países de língua portuguesa na Ásia e África nos próximos três anos, anunciou o premiê Li Keqiang na terça-feira. Li fez o anúncio na cerimônia de abertura da 5ª Conferência Ministerial do Fórum para Cooperação Econômica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa em Macau. Pelo menos 2 bilhões de iuanes em auxílio serão dados para ajudar a desenvolver a agricultura, facilitar o comércio e investimento, prevenir e controlar a malária, e conduzir a pesquisa em medicina tradicional na Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e Timor-Leste, segundo o primeiro-ministro. Pelo menos 2 bilhões de iuanes de empréstimos preferenciais serão oferecidos para promover a cooperação de capacidade da produção industrial e o desenvolvimento de infraestrutura nesses países, disse Li. Ainda de acordo com o premiê, a China anulará 500 milhões de iuanes de empréstimos sem juros dos países de língua portuguesa subdesenvolvidos na Ásia e na África. A China também promete enviar equipes médicas, oferecer programas de treinamento e bolsas de estudos do governo para os países, e ajudar os países necessitados a construir instalações meteorológicas marinhas em resposta a desastres e mudança climática. Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor