China pondera regras sobre títulos panda no mercado de título cambial

O principal regulador de valores mobiliários da China intensificou a rigidez das regras sobre a emissão de títulos panda no mercado de títulos cambiais, informou Securities Daily nesta quarta-feira.

Foto de arquivo mostra a vista da região de Lujiazui em Shanghai, leste da China. (Xinhua/Fang Zhe)

Xinhua - Silk Road

Beijing, 23 fev (Xinhua) — O principal regulador de valores mobiliários da China intensificou a rigidez das regras sobre a emissão de títulos panda no mercado de títulos cambiais, informou Securities Daily nesta quarta-feira.

De acordo com a Comissão Reguladora de Valores Mobiliários da China (CSRC, sigla em inglês), esperam-se que as emissões dos títulos panda, ou títulos denominados em yuan emitidos pelos estrangeiros na China, no mercado de títulos cambiais, incluirão regras sobre entidades emissoras, requisitos de revisão e arquivamento, aplicação das normas contábeis, acesso de agências intermediárias e gestão cambial.

Cao Yuanyuan, da Golden Credit Rating, acredita que essa medida tornará a emissão de títulos panda no mercado de títulos cambiais mais fácil e mais padronizada. Além disso, a conectividade entre o mercado interbancário de títulos da China e o mercado de títulos cambiais será aprimorada, aumentando o volume de emissão dos títulos panda no mercado de títulos cambiais.

Cao acrescentou que, o mercado interbancário de títulos da China se tornou a escolha principal da emissão de títulos panda por causa do seu processo padronizado e acesso fácil após a introdução do Bond Connect.

A emissão de títulos panda atingiu 14,5 bilhões de yuans (cerca de 2,29 bilhões de dólares) em 22 de fevereiro deste ano, mostram dados da fornecedora de informações financeiras Wind. Durante o período, um total de nove títulos deste tipo foram emitidos por sete entidades do mercado.

Entre eles, apenas um foi emitido no mercado de títulos cambiais, enquanto oito foram emitidos no mercado interbancário de títulos, que comprovou a opinião de Cao. Fim

Leia também:

Ações A da China se tornam mais viáveis para investidores globais

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Comércio da China com países do Cinturão e Rota registra crescimento

Os laços econômicos e comerciais da China com os países ao longo do Cinturão e Rota se fortaleceram significativamente na última década, afirmou Sheng Qiuping, vice-ministro do Comércio da China, nesta sexta-feira.

Produção de chá eletrificada impulsiona indústria de chá na China

A produção de chá eletrificada na Província de Hunan, na região central da China, um dos setores de eletrificação rural promovidos pela State Grid Hunan Electric Power Co., Ltd., está ajudando a indústria local de chá a prosperar em uma forma de produção mais verde e eficiente.

JD.com acompanha sua receita líquida crescer 18% no primeiro trimestre

A gigante do comércio eletrônico da China, JD.com, observou sua receita líquida aumentar 18% ano a ano no primeiro trimestre deste ano, informou o China Securities Journal.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás

Brasil tenta ampliar diálogo com a UE

Debate da recuperação econômica nas duas regiões e discussão sobre as perspectivas das políticas fiscais