China simplifica ainda mais pagamentos móveis para estrangeiros

33
Maria, uma estudante brasileira (à direita), lê um código QR em uma máquina de venda na Academia Yenching, da Universidade de Pequim, em Beijing, capital da China, em 13 de abril de 2023. (Xinhua/Ren Chao)
Xinhua - Silk Road

Beijing, 2 mar (Xinhua) — A China reiterou seu compromisso de facilitar o pagamento móvel para estrangeiros, uma medida que indica sua determinação em aumentar a abertura de alto nível.

Zhang Qingsong, vice-governador do Banco Popular da China, disse que o banco central orientará plataformas de pagamento como Alipay e Tenpay a aumentar o limite de cada única transação para viajantes estrangeiros usando pagamentos móveis de US$ 1.000 para US$ 5.000, e o limite anual de transações acumuladas será aumentado de US$ 10.000 para US$ 50.000.

Também serão feitos esforços para simplificar a verificação de identidade e fornecer acesso mais fácil para visitantes estrangeiros gerenciarem vários processos, como a vinculação de cartões, de acordo com Zhang.

Zhang disse que o banco central também orientará as instituições de pagamento a introduzir uma série de medidas convenientes para “tornar os produtos de pagamentos móveis satisfatórios e agradáveis para amigos estrangeiros usarem”.

Espaço Publicitáriocnseg

Após anos de rápido crescimento, a China emergiu como líder em pagamentos móveis. A taxa de penetração dos pagamentos móveis no país chegou a 86%, a maior do mundo, no final de 2023.

No entanto, o uso generalizado de pagamento móvel também representa obstáculos para os visitantes de primeira viagem à China. Visitantes estrangeiros que dependem de cartões bancários e dinheiro podem encontrar dificuldades durante os processos de pagamento, já que vendedores ambulantes ou prestadores de serviços de pequena escala geralmente preferem o pagamento móvel a dinheiro ou cartões de crédito internacionais.

A incoveniência experimentada por alguns visitantes estrangeiros pode ser atribuído principalmente às diferenças nas práticas de pagamento entre a China e outros países, disse Xu Hong, diretora da Faculdade de Turismo e Gestão de Serviços da Universidade Nankai.

“É imperativo desenvolver meios de pagamento diversificados e fornecer serviços convenientes e personalizados para os visitantes estrangeiros para atender à sua demanda de pagamento”, acrescentou Xu.

O governo chinês já implementou várias medidas para ajudar os estrangeiros a desfrutar de um ambiente de pagamento sem problemas na China, semelhante ao desfrutado pelos nativos.

Enquanto isso, os bancos chineses estão trabalhando ativamente para ampliar a aceitação de cartões de bancos estrangeiros e facilitar o uso de dinheiro no país. As principais instituições de pagamento são incentivadas a diversificar a gama de produtos de pagamento móvel e desenvolver soluções de yuan digital para atender aos requisitos de pagamento móvel de estrangeiros.

Alipay e WeChat Pay, os dois principais aplicativos de pagamento da China, agora permitem que usuários estrangeiros vinculem seus cartões de crédito internacionais, incluindo Visa e Mastercard, às suas plataformas, simplificando consideravelmente os processos de pagamento.

Estão também em curso esforços para reforçar a regulamentação sobre pagamentos móveis. A China emitiu regras sobre a supervisão e administração de instituições de pagamento não bancárias para lidar com preocupações sobre a proteção da privacidade.

Zhu Keli, pesquisador do Instituto Chinês de Nova Economia, disse que o aprimoramento dos serviços de pagamento pode estimular o consumo entre os estrangeiros na China e, consequentemente, estimular o desenvolvimento de indústrias relacionadas.

Além disso, o ambiente de pagamentos também desempenha um papel importante na melhoria da imagem do país na arena global, acrescentou Zhu. Fim

Leia também:

Relação comercial entre China e Nova Zelândia continua forte, diz ministro
Cinturão e Rota
Relação comercial entre China e Nova Zelândia continua forte, diz ministro

Wellington, 22 abril (Xinhua) — A China continua sendo uma forte oportunidade comercial para os exportadores de kiwi, já que as empresas e os consumidores chineses continuam valorizando os produtos de alta qualidade da Nova Zelândia, disse o ministro do Comércio e Agricultura da Nova Zelândia, Todd McClay. “A China é o nosso maior mercado […]

Yunnan, no sudoeste da China, vê boom turístico no 1º trimestre de 2024
Cinturão e Rota
Yunnan, no sudoeste da China, vê boom turístico no 1º trimestre de 2024

Kunming, 22 abril (Xinhua) — A Província de Yunnan, no sudoeste da China, recebeu 300 milhões de turistas nacionais e estrangeiros no primeiro trimestre de 2024, um aumento de 5,3% em relação ao ano anterior, de acordo com o departamento de cultura e turismo. A receita turística da província totalizou mais de 391,7 bilhões de […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui