China vai melhorar a política para apoiar pequenas e médias empresas

A China vai melhorar ainda mais as políticas de apoio para ajudar as pequenas e médias empresas (PMEs) a superar as dificuldades, de acordo com uma circular divulgada pelo Escritório Geral do Conselho de Estado chinês.

Funcionários montam produtos no condado de Quzhou, cidade de Handan da província de Hebei, no norte da China, 15 de dezembro de 2020. (Xinhua / Zhu Xudong)

Xinhua - Silk Road

 

BEIJING, 22 Nov (Xinhua) – A China vai melhorar ainda mais as políticas de apoio para ajudar as pequenas e médias empresas (PMEs) a superar as dificuldades, de acordo com uma circular divulgada pelo Escritório Geral do Conselho de Estado chinês.

As PMEs são a principal força por trás do desenvolvimento econômico e social da China, mas estão enfrentando custos corporativos crescentes e dificuldades operacionais devido ao aumento de preço das matérias-primas, altos custos de logística, ressurgimentos esporádicos de COVID-19 e cortes de energia em algumas áreas, entre outros fatores , observou o documento.

A circular delineou políticas de alívio, como aumento de suporte financeiro, redução de impostos e taxas e fornecimento de apoio com ferramentas de política financeira de maneira flexível e precisa.

As PMEs do setor manufatureiro terão permissão para adiar certos pagamentos de impostos para o quarto trimestre, enquanto as pequenas e microempresas severamente afetadas pela pandemia, inundações e pelo alto preço das matérias-primas receberão mais apoio financeiro de empréstimo.

O documento também destacou a importância dos esforços para ajudar as PMEs a aliviar a pressão dos crescentes custos de produção, assegurar o fornecimento de energia para apoiar as pequenas empresas na estabilização e na expansão de criação do emprego, garantindo a cobrança dos pagamentos devidos das PMEs e aumentando a demanda do mercado.

Todos os departamentos e autoridades locais devem assumir mais responsabilidades, fazendo mudanças e inovações ousadas com objetivo de ajudar as PMEs a lidar com as dificuldades, garantindo assim que todas as políticas e medidas sejam bem implementadas, afirmou o documento. Fim

Leia também:

Gigante chinesa fecha a parceria com a ZF para o mercado de reposição

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Brilhante comércio de cerejas entre a China e o Chile

Um total de 356.000 toneladas de cerejas foram exportadas do Chile durante a temporada 2021-2022, com 88% do total indo para a China, de acordo com a iQonsulting, uma empresa de consultoria, com sede em Santiago, capital do Chile.

Empresa chinesa construirá parque de ciências agrícolas em Paracatu

A Prefeitura de Paracatu, no estado brasileiro de Minas Gerais, assinou um acordo com uma empresa chinesa para abrigar um parque de ciências agrícolas, visando construir o maior centro sul-americano de pesquisa e desenvolvimento de sementes de soja e milho e da cadeia de suprimentos.

FMI Eleva pesos de renminbi e dólar na cesta de SDR

O Fundo Monetário Internacional anunciou no sábado um aumento no peso do renminbi chinês e do dólar americano na cesta de Direitos Especiais de Saque (SDR) após concluir a revisão quinquenal.

Últimas Notícias

Em 2021, 5 mil pessoas morreram em 64 mil acidentes de carro

Anuário da PRF mostra interrupção de quedas observadas desde 2011.

Eletrobras anuncia lucro de R$ 2,7 bi no primeiro trimestre

Resultado foi gerado por redução de custos e contratos bilaterais; comissão da Câmara discute impacto da privatização.

Brasil deverá atingir 12,5% da produção mundial de algodão até 2030

Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, em março, as cotações da commodity subiram em 5,41%.

TSE autoriza ‘vaquinha virtual’ para financiar candidaturas

Eleitores agora podem contribuir com os seus candidatos.

Botijão de gás poderia custar R$ 60

Segundo Fernando Siqueira, com média de R$ 114, aproximadamente, o botijão chega a custar até R$ 160.