China vê giro cumulativo de comércio de carbono atingir RMB 1,6 bilhão

O mercado nacional de carbono da China registrou um volume comercial de 37,23 milhões de toneladas, com um faturamento de 1.597 milhões de yuans (cerca de 250,2 milhões de dólares americanos) até 26 de novembro, informou o Shanghai Securities News na segunda-feira.

Foto tirada em 28 de maio de 2021 mostra um parque eólico offshore da China da empresa Huadian Corporação, na província de Fujian, sudeste da China. (Xinhua / Jiang Kehong)

Xinhua - Silk Road

 

BEIJING, 29 Nov (Xinhua) – O mercado nacional de carbono da China registrou um volume de comércio acumulado de 37,23 milhões de toneladas, com um faturamento de 1.597 milhões de yuans (cerca de 250,2 milhões de dólares americanos) até 26 de novembro, informou o Shanghai Securities News na segunda-feira.

A semana que começou em 22 de novembro, viu 7,13 milhões de toneladas de cotas de dióxido de carbono no valor de 301 milhões de yuans sendo negociados.

A China é o maior mercado de comércio de carbono do mundo em termos de volume de comércio de cotas de carbono, com a participação de mais de 2.000 empresas de geração de energia. Os emissores pesados são instados a concluir os acordos de cotas de emissão de carbono antes do final deste ano, mostra uma circular divulgada pelo Ministério da Ecologia e Meio Ambiente (MEE, sigla em inglês) em outubro, e assim o comércio de carbono deve ser ainda mais ativo conforme o prazo se aproxima.

O mercado de comércio de carbono da China continuará prosperando no futuro, apontam os especialistas. Os investidores institucionais ainda não participam da negociação e espera-se uma cobertura maior, abrangendo mais setores como siderurgia, materiais de construção e metais não ferrosos, após a introdução de regras e regulamentos específicos.

Com a ajuda do comércio de carbono nacional, o país visa a chegar ao pico das emissões de dióxido de carbono antes de 2030 e alcançando a neutralidade de carbono antes de 2060. Fim

Leia também:

China injeta vitalidade na transição verde da África

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

China intensifica reforma de classificação de risco no mercado

A China intensificou a reforma no setor de classificação de créditos, à medida que novas regras para melhorar os padrões e regulamentações do setor entraram em vigor em 6 de agosto, em meio ao esforço mais amplo do país para reduzir os riscos financeiros e liberar ainda mais o potencial de seu enorme mercado de títulos.

China aprimora serviços de transporte para atender viagens de verão

A China vem aprimorando os serviços de transporte ferroviário e aéreo na corrida de viagens de verão, a fim de garantir viagens seguras para os passageiros.

Exportações de NEV da China aumentam 37,6% no ano em julho

As exportações de veículos de nova energia (NEV, sigla em inglês) da China registraram um crescimento anual de 37,6%, chegando a 54.000 unidades em julho, segundo os dados da Associação Chinesa de Fabricantes de Automóveis (CAAM).

Últimas Notícias

Como automatizar os processos e humanizar o atendimento

Por Manoel Valle.

Fiagros têm captação líquida satisfatória até junho

Esses fundos entraram em operação em agosto de 2021

Vendas financiadas de veículos leves e pesados crescem pouco

Em relação a julho de 2021, no entanto, queda é de 18,8%

Índices influenciaram o mercado nesta semana

Ibovespa encerrou nesta sexta-feira com alta de 2,33%

Petrobras informa sobre venda de direitos minerários de potássio

A Petrobras informa que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda de seus direitos minerários para pesquisa e lavra de...