35.5 C
Rio de Janeiro
domingo, janeiro 17, 2021

Choque de gestão

Mudança de ares na Eletrobrás, caso confirmado novo Governo Lula: sai a indicação política, entra a gestão profissional. A determinação é de quem tem força no Planalto e está preocupado com nova ameaça de apagão. Será convidado profissional respeitado na área para implantar um forte programa de conservação de energia – capaz de economizar o equivalente à construção de uma hidrelétrica -, além de melhorar a utilização do sistema interligado e a eficiência das estatais federais do setor.

Saco sem fundo
Para entender porque privatização é tema cuja popularidade se restringe às editorias de Economia da imprensa tupiniquim e ao restrito número de beneficiário$ da transferência do patrimônio público, basta examinar as consequências das práticas privatizantes do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, como governador de São Paulo. Quando Alckmin assumiu o governo, em 1994, como vice de Mário Covas, a dívida do Estado de São Paulo com a União somava R$ 105 bilhões. Entre 1994 de 2005, a dupla tucana torrou o patrimônio público paulista, incluindo os setores de eletricidade, saneamento e financeiro, tendo arrecadado R$ 77,5 bilhões, integralmente esterilizados no pagamento de juros com a União. Apesar disso, em dezembro de 2005, a dívida pública do estado saltou para R$ 139,9 bilhões, 33% mais do que o passivo da posse de Alckmin e seu escudeiro Covas, 12 anos antes.

Deles
Nem todo o petróleo é nosso (Paz e Terra), livro do brigadeiro Sérgio Xavier Ferolla e Paulo Metri, com prefácio de Carlos Lessa, lançado em São Paulo nesta quarta-feira, terá lançamento também no Rio, dia 9 de novembro, na Livraria Argumento (R. Barta Ribeiro, 502 – Copacabana), às 19h.

Mapa da mina
Instruir empresas sobre as diversas variáveis de custo das instituições financeiras para seus clientes e gerar oportunidade de acesso a mais instituições de crédito são objetivos da Feira de Crédito e Produtos Financeiros (Feicred), que acontece nesta quinta-feira em São Paulo. Um dos destaques será o seminário “Recursos para inovação na empresa”, ministrado pela Sociedade Brasileira Pró-Inovação Tecnológica (Protec), que abordará como obter financiamento a juros de 6% ao ano, sem exigência de garantia real. A Feicred ocorrerá no Centro de Convenções Frei Caneca, Consolação.

Clone
Obcecado pela redução de direitos previdenciários, o economista Fábio Giambiagi, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que tem aposentadoria integral garantida como funcionário público, resolveu incorporar outro personagem. Depois de afirmar que existe “uma percepção errada” no Brasil de que o país vive um arrocho fiscal, Giambiagi ameaçou: “Se tem arrocho fiscal  no Brasil, sou o Reynaldo Gianecchini.”
Marília Gabriela que se cuide.

Esoterismo
O grupo da Organização das Nações Unidas (ONU) criado, em 2005, para debater a democratização do controle da Internet, faz, segunda-feira, sua primeira reunião com representantes de 80 países. Na pauta, assuntos vários, exceto um: o controle da Internet, do qual os Estados Unidos não querem abrir mão, exercido pela Icann, da Califórnia. A criação ocorreu após a Conferência Mundial sobre Informação, na Tunísia, quando um grupo de países, incluindo Brasil e União Européia (UU) tentou, em vão, pôr fim do monopólio norte-americano sobre a rede, que já conta com cerca 1 bilhão de usuários no mundo.

Perfil
Homem, entre 23 e 30 anos, com renda mensal de cinco a dez salários mínimos, inglês como segunda língua e pelo menos um MBA no currículo. Esse é o perfil do administrador brasileiro, segundo a Pesquisa  sobre o perfil, formação, atuação e mercado de trabalho do administrador 2006, do Conselho Federal de Admistração (CFA). Ainda segundo a pesquisa, 25% dos que ingressam no curso de Administração têm como meta trabalhar por conta própria, abrindo ou ampliando o seu negócio, ou para aprimorar a carreira.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.