Cidade do Sul de Minas incentiva empreendedorismo com R$ 600

Investimento pode gerar faturamento de até R$ 1.800.

Empresas / 21:49 - 31 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Com novo cenário econômico, provocado pela pandemia, o empreendedorismo vem se tornando uma alternativa de renda cada vez mais forte no Brasil. Disposta a atuar como uma das protagonistas para alavancar a economia, Juruaia, a Capital da Lingerie, localizada no Sul de Minas, polo de moda íntima, moda praia e pijamas está lançando uma campanha nacional para incentivar o empreendedorismo a partir de R$ 600.

O valor foi escolhido como sugestão de investimento inicial porque permite a qualquer pessoa ou empresa adquirir um pacote de peças variado capaz de atender diferentes perfis de consumidor final, podendo gerar faturamento de até R$ 1.800.

Com R$ 600 é possível comprar, em média, 12 calcinhas avulsas, 10 sutiãs avulsos, 5 conjuntos de lingeries, 8 cuecas e ainda 250 máscaras. Em moda praia corresponde a aquisição de cerca de 15 peças.

Para pijamas, que tem sido a grande febre de vendas com a pandemia, o valor corresponde a 16 conjuntos, dependendo do produto, que tem alta variação de preço se for para inverno ou verão, por exemplo. Na prática, a escolha do que adquirir para revenda vai depender do público alvo de cada empreendedor, conforme a região do Brasil, dada as diferentes temperaturas do Sul, Norte ou Nordeste do país, entre outros fatores.

Máquina de vendas

Para garantir o bom desempenho de seus revendedores, muitas lojas transformaram suas equipes de vendas das lojas físicas em consultores que ensinam os empreendedores o que comprar e como revender. Além de apoio e acompanhamento no pós-venda, algumas lojas distribuem materiais e fazem treinamentos nas redes sociais, chegando a distribuir e-books com conteúdos que envolvem todo o universo das vendas, desde cálculo de preços até como estabelecer metas e rotinas diárias.

Juruaia 360 graus

A iniciativa faz parte do projeto “Juruaia 360 graus”, criado e implantado a partir da parceria das associações Toque Brasil e Associação Comercial e Industrial de Juruaia – Aciju, Conselho Municipal de Turismo e Câmera de Vereadores da Prefeitura Municipal de Juruaia, para incentivar negócios para o comércio, indústria e turismo na região.

O lançamento do projeto aconteceu no início de junho, com a apresentação da nova logomarca da cidade, mês que entrou para a história de Juruaia com um marco de superação, quando vendeu 50% a mais em relação a junho de 2019.

DNA Empreendedor, empoderamento feminino e terceira maior renda per capita do estado de Minas Gerais - Com 95% das empresas geridas por mulheres, o empreendedorismo e o empoderamento femininos fazem parte do DNA de Juruaia muito antes de se tornarem os assuntos do momento.

A produção de moda íntima, que hoje lhe rende o título de Capital da Lingerie, começou há .... anos quando uma fábrica de lingerie fechou as portas e grande parte da população, formada por mulheres, local ficou desempregada.

Ao invés de sofrer com a perda, as mulheres de Juruaia enxergaram na situação uma grande oportunidade para mudar suas vidas. E mudaram. Muitas delas aproveitaram o conhecimento adquirido do negócio e na confecção dessas peças para empreender com suas próprias fábricas.

Hoje a cidade tem a terceira maior renda per capita de Minas Gerais, ficando atrás apenas de Belo Horizonte e Nova Lima. Atualmente Juruaia tem mais de 200 confecções, que geram cerca de 5 mil empregos diretos e indiretos, com produção anual de aproximadamente vinte milhões de peças e vendas de mais de 1,5 milhão de peças por mês.

Para comprar em Juruaia, basta acessar o site www.juruaiaoficial.com.br, que disponibiliza o link de todas as lojas da cidade.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor