Cientistas inventam tecido que gera energia

Empresas / 07:31 - 30 de set de 2016

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Chongqing (China) - Jogar beisebol em uma tarde ensolarada pode em breve ser uma maneira de recargar o iPhone, graças a um novo tecido desenvolvido por cientistas chineses e norte-americanos. O tecido recebe energia por meio de movimento e luz solar. Baterias solares e nanogeradores incorporados a leves fibras são entrelaçados com lã para criar o produto, de acordo com Fan Xing, professor de engenharia química da Universidade de Chongqing. Com apenas 0,32 milímetro de espessura, o tecido futuramente pode ser utilizado em equipamentos portáteis ou em janelas e barracas, disse Fan à Xinhua nesta sexta-feira. Com luz solar suficiente e movimentado constante, um tecido de 5 centímetros de comprimento e 4 centímetros de largura pode gerar e manter energia com uma voltagem de 5 volts, o bastante para recarregar um celular. "Nossa pesquisa considera a segurança do tecido e conduzimos os testes a baixa voltagem", indicou Fan. "O tecido é seguro para o corpo humano." Testes de durabilidade ainda não foram realizados, mas o tecido pode ser dobrado 500 vezes sem perda de função. As descobertas, resultantes de uma cooperação com o Instituto Tecnológico da Geórgia, foram publicadas no início do mês na revista acadêmica internacional Nature Energy. Agência Xinhua

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor