CIIE ajuda expositores tornarem investidores com oportunidades crescentes

114
Foto retrata a praça sul do Centro Nacional de Exposições e Convenções (Shanghai), o principal local da quinta Exposição Internacional de Importações da China (CIIE), em Shanghai, leste da China, em 24 de outubro de 2022. (Xinhua/Fang Zhe)

Foto retrata a praça sul do Centro Nacional de Exposições e Convenções (Shanghai), o principal local da quinta Exposição Internacional de Importações da China (CIIE), em Shanghai, leste da China, em 24 de outubro de 2022. (Xinhua/Fang Zhe)

Xinhua - Silk Road

Beijing, 3 nov (Xinhua) — Um grande número de expositores estrangeiros encontrou oportunidades certas e se tornaram investidores durante a Exposição Internacional de Importação da China (CIIE), realizada em Shanghai, o motor econômico da China, uma vez por ano, desde 2018.

Pela primeira vez, a CIIE deste ano criará uma área de exposição “Expositores tornam investidores”, onde as empresas participantes podem compartilhar as suas histórias no mercado chinês, informou a Shanghai Securities News.

Espaço Publicitáriocnseg

Como a primeira exposição nacional com tema de importação, a CIIE tornou-se uma importante plataforma para o mundo, para compartilharem as oportunidades de desenvolvimento e investimento na China.

 

— Expositores tornam investidores

Após as sessões anteriores da CIIE, muitos expositores expandiram sua presença na China para compartilhar os dividendos do desenvolvimento do mercado a longo prazo.

Na primeira CIIE, Leonardo S.p.A., expositor da Itália, chegou a um acordo estratégico com o ZENISUN Group, com sede em Shanghai, visando lançar o projeto de produção de helicópteros sino-italiano, com um investimento total de 12,8 bilhões de yuans, no parque científico tecnológico de Pinghu, na cidade científica tecnológica Zhangjiang do Delta do Rio Yangtzé.

Na segunda CIIE, o Tianneng Battery Group, com sede em Zhejiang, chegou a um acordo de cooperação abrangente com a Saft, uma subsidiária da Total Energies da França, para desenvolver um projeto de bateria de íon de lítio de alta energia e ecológico. O projeto, com um investimento total planejado de 10 bilhões de yuans, teve a sua cerimônia de estabelecimento durante a terceira CIIE.

Na terceira CIIE, Apollo Future Mobility Group Limited, que participou da exposição pela primeira vez, estabeleceu laços com Shanghai Jinqiao Export Processing Zone Development Co., Ltd. Após a exposição, as duas partes assinaram um acordo-quadro de cooperação para lançar o projeto da indústria de carros esportivos elétricos Apollo em Shanghai, com um investimento total estimado de mais de 2 bilhões de yuans.

Na quarta CIIE, a operadora de rede nacional de Singapura SP Group aumentou o capital da Shirui Energy Technology (Shanghai) Co., Ltd. em mais de 60 milhões de dólares, para expandir ainda mais os negócios no mercado chinês.

“O Hyundai Motor Group está confiante no mercado chinês.” Wu Yanbing, diretor do Departamento de Relações Públicas do Hyundai Motor Group (China) Ltd., expositor da CIIE, disse isso após investir 8,5 bilhões de yuans na construção de uma base de produção e vendas de células de combustível de hidrogênio em Guangdong no ano passado. Este ano, o Hyundai Motor Group e os seus parceiros chineses adicionaram um capital de 9,8 bilhões de yuans às duas joint ventures na China.

 

— Empresas estrangeiras no contínuo investimento

Entre os expositores da CIIE, muitas empresas estrangeiras, incluindo várias empresas da Fortune Global 500, investiram na China repetidamente.

A Novo Nordisk, empresa biofarmacêutica com sede na Dinamarca, continua acelerando o seu layout em toda a cadeia industrial na China, com um investimento total de cerca de 2,5 bilhões de yuans.

Graças às oportunidades oferecidas pela CIIE, a Novo Nordisk investiu 200 milhões de yuans para incorporar a Novo Nordisk (Shanghai) Pharma Trading Co., Ltd. na China (Shanghai) Zona de Livre Comércio Piloto, Área Especial de Lin-gang, em outubro de 2020, tornando-se a primeira multinacional empresa farmacêutica a se instalar nesta Área. Em setembro deste ano, a empresa investiu 500 milhões de yuans em Tianjin para construir um projeto de armazém.

Semelhante à Novo Nordisk, a AstraZeneca alavancou a plataforma CIIE para investir 3,5 bilhões de yuans na construção de sedes regionais na cidade de Hangzhou, Província de Zhejiang e na cidade de Chengdu, Província de Sichuan. A AstraZeneca formou um novo padrão com Shanghai como sede na China e Beijing, Hangzhou, Chengdu, Guangzhou, Wuxi e Qingdao como as seis sedes regionais.

 

— CIIE atrai investimento estrangeiro significante

Durante as últimas quatro sessões da CIIE, o investimento pretendido totalizou mais de 270 bilhões de dólares e, impulsionado pelo evento, o investimento estrangeiro direto (IED) em Shanghai atingiu 61,8 bilhões de dólares de 2019 a 2021, segundo dados da Comissão de Comércio Municipal de Shanghai.

Ao mesmo tempo, os fluxos de IDE na China continuaram na trajetória de crescimento. Dados do Ministério do Comércio da China mostraram que, em 2019, 2020 e 2021, o uso real de capital estrangeiro pela China foi de 941,5 bilhões de yuans, 999,98 bilhões de yuans e 1.149,36 bilhões de yuans, respectivamente, com aumentos anuais respectivos de 5,8%, 6,2% e 14,9%.

Desde o início deste ano, a atração da China para o capital global permaneceu forte. De janeiro a agosto deste ano, os fluxos de IED na China totalizaram 892,74 bilhões de yuans, um aumento anual de 16,4%, mostraram dados do Ministério do Comércio.

Bai Ming, vice-diretor de pesquisa de mercado internacional da Academia Chinesa de Comércio Internacional e Cooperação Econômica, disse que a CIIE oferece uma janela para empresas estrangeiras estarem mais conectadas com o mercado chinês. Muitas empresas estrangeiras vão além dos comerciantes para se tornarem investidores que compartilham os frutos do desenvolvimento do mercado chinês. Fim

Leia também:

Saldos de títulos até o final de setembro atingiu RMB143,9 trilhões na China

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui