Cinco em 10 consumidores de classe C/D vão usar 13° para pagar dívidas

Segundo levantamento, 13% querem realizar compras de Natal e 5% afirma já ter usado o dinheiro na Black Friday.

Conjuntura / 16:43 - 13 de dez de 2019

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Mais da metade (56%) dos brasileiros das classes C e D vai usar o 13° salário para pagar dívidas. Foi o que indicou pesquisa feita pela Superdigital, fintech com foco em inclusão financeira com mais de 1,3 milhão de contas ativadas, realizada com 653 pessoas, de todas as regiões do país, entre os dias 2 e 5 de dezembro deste ano.

Vale lembrar que o número de famílias brasileiras com dívidas em atraso está em 64,7%, segundo dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) divulgado no fim de outubro.

De acordo com o levantamento, além dos 56% que pretendem usar o dinheiro para pagar as dívidas, 23% têm a intenção de guardar esse dinheiro, 13% querem realizar compras de Natal e 5% afirma já ter usado o dinheiro na Black Friday.

Já em relação às compras de Natal, a pesquisa indicou que 56% dos consumidores das classes C e D não têm a intenção de comprar presentes este ano. Já 28% disseram que vão gastar menos que em 2018 e 16% pretendem gastar mais que o ano passado com presentes.

Além disso, há bastante cautela com os valores nas compras de presentes de Natal esse ano: 41% dos respondentes que pretendem comprar presentes disseram que devem gastar até R$ 100; e 35% disseram que vão gastar entre R$ 100 e R$ 300.

A pesquisa também avaliou o grau de otimismo dos brasileiros das classes C e D com relação ao futuro. Dos que responderam a pesquisa, 56% acham que 2019 foi melhor que 2018. Mas a grande maioria, 83% dos brasileiros dessas classes sociais, acreditam que 2020 será melhor que 2019.

 

Municípios - Cerca de 2/3 das administrações municipais devem pagar os salários do mês de dezembro em dia e 26,8% dependem de receitas extras para efetuar o pagamento. Os dados constam da pesquisa O pagamento do 13º salário pelos municípios brasileiros em 2019, divulgado hoje pela Confederação Nacional de Mmunicípios (CNM). A pesquisa foi realizada entre os dias 6 de novembro e 12 de dezembro, com a participação de 4.618 municípios, ou seja, 82,90% dos 5.568.

Segundo o estudo, em relação ao pagamento do 13º salário, foi constatado que 51,6% dos municípios pesquisados optaram pela parcela única. Para esses, 74,7% farão o pagamento único até 20 de dezembro. Por outro lado, dos municípios pesquisados, apenas 5,2% disseram que vão atrasar o pagamento, o que mostra que as prefeituras estão com a intenção de ficar em adimplemento com os funcionários.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor