Cinderela às avessas

No reino tucano, o aumento do poder dos monopólios de grandes grupos estrangeiros convive com a manutenção dos antigos cartéis locais. Em Caucaia, município da região da Grande Fortaleza, por exemplo, depois de meia noite, o preço da tarifa de ônibus para a capital da Vitória – única empresa a operar nesse percurso – salta de R$ 1 para R$ 2,20.

Laços
O mercado voltado para afro-americanos movimenta U$ 520 bilhões por ano, cerca de 6% do PIB dos Estados Unidos. A renda média de uma família negra é de U$ 27,5 mil. Pesquisas indicam que 15% dos negros norte-americanos querem conhecer o Brasil, o que significa 5 milhões de turistas a mais, na alta temporada. De olho na aproximação com a comunidade afro-americana, a vice-governadora do Rio de Janeiro, Benedita da Silva, recebe nesta segunda-feira missão empresarial composta por 18 empresários da African Heritage Network (AHN) – instituição norte-americana que investe mundialmente em mercados étnicos – chefiada pelo presidente, Frank Mercado.
Eles vêem ao Rio de Janeiro a convite de Benedita, que pretende para o estado novos investimentos que priorizem os negros. A comitiva também conta com a presença do reverendo Al Sharpton. A African Heritage Network investe em mercados com representação expressiva de  descendentes de africanos. Durante anos, o Caribe concentrou grande parte dos recursos, inclusive no ramo turístico. O objetivo da instituição agora é alavancar investimentos no Brasil. A AHN concentra seus investimentos nas áreas de Comunicação e TV à Cabo, além da construção civil, turismo e produção cultural.

Desmentido
Não, não é verdade que o legista Badan Palhares tenha sido convidado para fazer o laudo sobre a morte de Fernando da Silva Pinto, seqüestrador de Silvio Santos.

Razões
Face mais visível da articulação para transformar o presidente FH no primeiro senador biônico pós-ditadura, o deputado José Carlos Martinez (PTB-PR) precisa melhorar os fundamentos da defesa da sua proposta. Cá entre nós, alegar que “é um absurdo que todo o conhecimento e experiência acumulados por um presidente ao longo de oito anos de mandato sejam jogados no colo de empresas estrangeiras” soa mais como peça de acusação ao homenageado do que como defesa de tese.

Contabilistas
O Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRC-RJ) estará realizando a solenidade de posse de seus novos conselheiros e nova administraçãonesta segunda-feira, na Associação Comercial do Rio de Janeiro (Rua da Candelária, 9 / subsolo, Centro). A cerimônia começa 19 horas. O novo presidente do CRC-RJ é Nelson Monteiro da Rocha, cujo mandato será de dois anos.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorUnivitelinos
Próximo artigoModus operandis

Artigos Relacionados

É urgente a revogação da PPI

Federação do Fisco taxa PEC de Bolsonaro de eleitoreira.

Olavo de Carvalho, quem diria, já escreveu no MM

Críticas à ‘Nova Ordem Mundial’, ‘Globo’, ‘Time’ e Garotinho.

Commodities voltam a subir e ameaçam inflação

Brasil dependerá, mais que nunca, do comportamento do real frente ao dólar.

Últimas Notícias

Prazo para Apresentação do 3º Ciclo da Oferta Permanente

A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) informou nesta quinta-feira que todas as empresas inscritas interessadas em participar do 3º Ciclo...

Governo aposta na abertura do mercado de gás natural em Rondônia

O governo acredita que a abertura do mercado de gás natural no estado de Rondônia vai potencializar a exploração de gás na bacia dos...

Faturamento da mineira Lett avançou 70% em 2021

A Lett, startup mineira especialista em Trade Marketing Digital, reportou que em apenas 12 meses, a empresa conseguiu um aumento de mais de 70%...

Relatório lista marcas chinesas como globalmente mais fortes

Várias empresas chinesas figuram entre as marcas mais fortes e de crescimento mais rápido do mundo listadas pelo relatório “Global 500 2022”, da consultoria...

Brasil quer retaliar países em disputas paralisadas na OMC

O Congresso Nacional vai analisar uma medida provisória que autoriza o Brasil a suspender concessões e até retaliar membros da Organização Mundial do Comércio...