Citi na mira

No jogo de xadrez que marca a disputa pelo hegemonia do sistema financeiro brasileiro,  crescem as apostas em que o próximo lance do Bradesco será investir sobre os ativos brasileiros do Citibank. Com o pé quebrado – e as costelas também – na matriz, o bancão estadunidense tem vendido ativos fora dos Estados Unidos. O grande entrave, porém, pode ser que, graças aos juros meirellianos, a unidade brasileira responde pelo segundo maior resultado do Citi.

Protesto
O Estado do Rio de Janeiro enviará o primeiro lote de dívidas inscritas na Dívida Ativa para protesto extrajudicial ainda neste semestre. O contribuinte que tiver o título protestado terá que saldar a dívida junto ao estado e depois ir ao cartório para pedir a baixa do protesto. Em provimento publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira, o desembargador Roberto Wider, corregedor-geral da Justiça fluminense, estabeleceu as normas para o processo. A autorização foi dada pela Lei estadual 5351, aprovada no final do ano passado. “Essa medida ajudará a alavancar as receitas do estado”, comentou o Secretário de Fazenda, Joaquim Levy.

Céu de brigadeiro
Nos sites das três maiores do companhias aéreas do país, cerca de 240 vagas de emprego estão em aberto. Há também o reforço das estrangeiras. Para atender a esta demanda, o Centro Educacional da Aviação do Brasil (Ceab), em São Paulo, aumentou suas opções de cursos. Agora, a escola, que só tinha turmas nos períodos da manhã e noite, também conta com classes à tarde.

Oi & adeus
Se a Oi confirmar o patrocínio do Flamengo, para estampar na camisa rubro-negra sua logomarca com o número 31, visando a coincidir a nova parceria com a eventual conquista do tricampeonato estadual pelo rubro-negro, poderá provocar uma debandada de clientes de outros clubes para outras operadoras. Brincar com a paixão nacional é sempre uma decisão delicada de marketing. A Nova Schin que o diga: amargou forte prejuízo com o escudo do Flamengo nas latinhas de cerveja.

Surpresa…
O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, mostrou-se surpreso com o anúncio da demissão de 500 trabalhadores na Brasil Telecom após a fusão com a Oi. “A informação que tive da empresa é que iria demitir alguns funcionários em duplicidade de cargos. Mas não pode ser isso, pois o número é grande. Vou ter de verificar para saber que tipo de demissões foram feitas”, prometeu, em evento no Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-RJ).

Segurança para elas
O secretário de Segurança do Rio de Janeiro, José Beltrame, fará palestra na Escola Superior de Guerra (ESG) sobre a realidade da segurança do estado e quais medidas estão sendo tomadas para melhorar o dia-a-dia do cidadão carioca. O evento dá inicio ao Programa de Atualização da Mulher (PAM), onde 250 mulheres civis debaterão ao longo de oito meses assuntos voltados aos campos cultural, político, econômico, social, tecnológico e militar. Este ano a ESG completa 60 e tem como slogan “ESG 60 anos Pensando o Brasil”.

Em alta
Houve um crescimento de 12% na implantação de sistemas de segurança eletrônicos em 2008, segundo o Secovi-RJ. Deise Mury, diretora executiva da Ser-tel, empresa do setor, esse tipo de serviço terá um crescimento de 15% em 2009.

Artigo anteriorPergunte ao Lula
Próximo artigoAmeaça
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

No privatizado Texas, falta luz no inverno e no verão

Apagões servem de alerta para quem insistem em privatizar a Eletrobras.

A rota do ‘Titanic’: ameaça de apagão não é de agora

‘Por incrível que pareça, no Brasil, térmicas caras esvaziam reservatórios!’

TCU confirma que União paga R$ 3,8 bi de juros e amortização por dia

Mais de ¼ dos títulos da dívida pública vencem em 12 meses.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Água, saneamento e crescimento para todos

Há pouco tempo para implantação das metas do novo marco legal.

Automação das matrículas acelera com o uso de biometria facial

Cresce procura por soluções tecnológicas de Reconhecimento Ótico de Caracteres para operações como cadastro dos alunos nos sistemas escolares

Mercado ainda digere Fomc e MP da Eletrobras passa no Senado

O Ibovespa fechou em queda de 0,93%, na esteira dos receios globais e das discussões envolvendo a MP.

Relator vota contra autonomia do BC, mas vista adia julgamento no STF

Lewandowski vota por derrubar a lei, sancionada em fevereiro, que dá autonomia ao BC, mas pedido de vista de Barroso interrompe julgamento.

Abbas recebe credenciais de embaixador brasileiro

Diplomata Alessandro Candeas entregou nesta semana suas credenciais ao presidente da Palestina, Mahmoud Abbas.