Cláudio Castro ficará sem candidato ao Senado em sua chapa

Governador do Rio apoiaria informalmente André Ceciliano.

O governador Cláudio Castro (PL) estuda não ter candidato ao Senado em sua chapa à reeleição, o que é permitido pela legislação eleitoral. Ele pretende apoiar dois nomes informalmente, o que os políticos chamam de aliança branca. Castro sabe que não pode ter na sua chapa como candidato ao Senado o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), a quem apoiaria extraoficialmente. O outro candidato que teria o apoio do governador seria um nome indicado pela família Bolsonaro, que apoia seu governo e sua reeleição.

 

Governador busca mais partidos

Cláudio Castro já conta com o apoio de nove legendas para a sua reeleição: PL, PTC, PTB, PSL, PTC, PTB, PRTB, Pros e Patriotas. Ele ainda negocia apoio de outros partidos, que esperam uma definição das direções nacionais. Castro quer deixar a definição do candidato a vice para quando fechar as coligações. O nome sairá de um dos partidos aliados, e são muitos os pretendentes. Um deles é o subtenente da PM do Rio André Monteiro, que se lançou candidato a governador na semana passada.

 

Mourão pode ser candidato ao Senado no RS

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) tem 150 dias para transferir seu domicílio eleitoral do Rio Grande do Sul para o Rio de Janeiro, se quiser ser candidato a governador por aqui. O PTB torce por isso e já tem um acordo com o PRTB para indicar o candidato ao Senado na chapa do vice-presidente. Mourão, que já descartou ser vice de Bolsonaro outra vez, disse a pessoas próximas que está inclinado a ser candidato ao Senado no seu estado de origem. Nesse caso, terá que abandonar as máscaras pretas com o escudo do Flamengo. E para não perder voto não vai poder colocar no lugar o escudo do Grêmio, nem do Internacional.

Valdecy da Saúde (foto Alerj)

Dinheiro da Cedae para pagar atrasados

O deputado Valdecy da Saúde (PTC) disse da tribuna da Alerj que espera ver os R$ 48 milhões que São João de Meriti vai receber do Governo do Estado pela venda da Cedae sendo usados para quitar os salários atrasados dos aposentados e pensionistas da prefeitura. Segundo ele, na cidade há servidores aposentados que não recebem há dez meses seus benefícios.

 

Dezembro Verde pelos animais abandonados

O já colorido calendário anual poderá ganhar mais uma cor em breve. O deputado Marcelo Cabeleireiro está propondo na Alerj a criação do Dezembro Verde, com campanha de conscientização sobre a guarda responsável de animais. Segundo ele, a campanha também é para destacar o problema do abandono de cães e gatos em parques, avenidas, ruas, bairros e estradas de todo o Estado. Ele só errou na cor, poderia ser Dezembro Caramelo, a cor predominante nos animais sem raça definida que andam por aí, os famosos vira-latas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Vinhos do Dão: elegância consistente do Centro Norte de Portugal

Dão Experience apresenta a riqueza de sua vitivinicultura com prova virtual de cinco vinhos premiados.

Eleitores brasileiros no exterior

Por Bayard Boiteux

‘Vices’ assumem e dão show de competência

Por Sidney Domingues e Sérgio Braga.

Últimas Notícias

Guedes fica mesmo avaliado com nota baixa

Apesar de abrir a possibilidade de aumentar a crise econômica e do desrespeito ao teto de gastos ou outras regras fiscais para bancar medidas...

Ex-ministro de Temer substituirá Funchal

O ex-ministro do Planejamento Esteves Colnago assumirá o comando da Secretaria Especial de Tesouro e Orçamento da pasta. A nomeação foi confirmada nesta sexta-feira...

Receita Federal abre consulta a lote residual de Imposto de Renda

A Receita Federal abriu nesta última sexta-feira consulta a lote residual de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) relativo ao mês...

Vendas do Tesouro Direto superam resgates em R$ 1,238 bi em setembro

As vendas de títulos do Tesouro Direto superaram os resgates em R$ 1,238 bilhão em setembro deste ano. De acordo com os dados do...

81% dos brasileiros têm contas em mais de uma instituição financeira

Oito em cada dez brasileiros têm conta em mais de uma instituição financeira, ou seja, controla suas finanças de força desagregada. É o que...