Cliente Agente lança plataforma de vídeos para as redes sociais

Auxiliar os que ainda não possuem uma presença frequente nas redes sociais, através de vídeos personalizáveis.

Muitos corretores estão inovando e para estes a startup Cliente Agente está com um produto inédito no mercado, chamada Studio Play, que tem como finalidade auxiliar os que ainda não possuem uma presença freqüente nas redes sociais, através de vídeos personalizáveis. A plataforma oferece conteúdo para Facebook, Instagram, Whatsapp e histories, além de Landing Pages e E-mail Marketing.

O recurso conta com peças para datas comemorativas, mensagens motivacionais e ações engajadas, que auxiliam na aproximação constante com o segurado no ambiente digital. Os conteúdos incluem a divulgação dos produtos, considerando as necessidades dos clientes junto a sua comunicação. Ao aderir aos recursos do Cliente Agente, como o Studio Play, é possível acelerar a interação, de acordo com o perfil da corretora. Os valores de contratação são de R$54,90 mensais para o Studio ou R$79,90 para acesso ilimitado aos vídeos. Os corretores interessados em conhecer a solução devem acessar www.clienteagente.com.br/studio.

De acordo com o CEO do Cliente Agente, Kleber de Paula, a Startup oferece ao corretor o acesso a um calendário com datas importantes e uma área interativa, voltada para sugestões, que são lidas e desenvolvidas quando fazem sentido, comprovando a essência colaborativa da startup. “Sabemos que os vídeos tem imenso poder de atração da atenção das pessoas nas redes sociais. O que fizemos, é ajudar os corretores disponibilizando vídeos personalizáveis com a logo da corretora e com legendas sugeridas que cada corretor pode adaptar se achar melhor”, explicou

Kleber informa ainda que mesmo para as corretoras que possuem agência ou tem uma pessoa exclusiva para o marketing, ter a plataforma é essencial. “Usar a Studio Play é fácil e ajuda a manter a frequência nas redes a baixo custo. E como a proposta da Startup é ser a melhor solução do mercado, outras plataformas que atendem diversos públicos não têm como acompanhar o Studio que ‘vive’ em função do Corretor de Seguros”, concluiu.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Previdência privada é pouco usada; 92% dependem de recursos do INSS

Mais da metade dos brasileiros gostaria de parar de trabalhar com 60 anos, mas só 28% acham que vão conseguir.

Fundo DeFi: plataforma recupera até 90% do capital inicial investido

Especialista considera que o setor bancário tradicional está pronto para a disrupção na AL.

CNseg espera crescimento entre 13% a 15% este ano

Dyogo Oliveira prevê expansão contínua do setor de seguros nos próximos anos

Últimas Notícias

Receptores de TV pirata apreendidos transformados em minicomputadores

Receita entregará 3.000 receptores de TV pirata foram para o Ministério das Comunicações.

Despacho gratuito de bagagem em voos é aprovado no Senado

Senado confirmou o texto da Câmara: 23 Kg nos voos nacionais e 30 Kg nos internacionais.

Petrobras Conexões: R$ 36 mi em investimento ao longo de três anos

Demandas atuais são para áreas como robótica, redução de carbono e tecnologias digitais

Potencial econômico da costa marinha brasileira

BNDES e Marinha começarão mapeando os litorais de RS, SC e PR

TSE autoriza ‘vaquinha virtual’ para financiar candidaturas

Utilização nas eleições deste ano está autorizada a partir do dia 15 de maio