Climategate

A revelação de que integrantes do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC) manipularam dados da série histórica sobre a temperatura da Terra, para evitar a divulgação de que, na verdade, nos últimos 20 anos, houve declínio em vez de aumento da temperatura, mostra como questões apenas aparentemente técnicas envolvem muito dinheiro e poder. Apenas um único cientista, Phil Jones, da Universidade de East Anglia, já recebeu cerca de US$ 10 milhões para desenvolver pesquisas comprovando que o apocalipse está próximo. Jones teve e-mails interceptados em que, entre outras coisas, revelava a seus pares: “Eu acabei de concluir um truque de adicionar às temperaturas reais de cada série dos últimos 20 anos para esconder o declínio.”

Apagão
Sintonizada com os cientistas que confessaram fraudar dados sobre clima, a grande mídia brasileira escondeu sem pudor a notícia sobre o Climategate dos seus leitores. Apenas o Jornal da Globo tocou no assunto – tarde da noite.

Piratas da verdade
A forma como foram interceptados os e-mails em que o cientista britânico revela o “truque” para aumentar as temperaturas globais apenas na tela do computador mereceria na grande mídia uma matéria à parte – isso se fosse o ato de alguma ONG verde comprometida com interesses, digamos, poderosos. As primeiras notícias dão conta de que foi um ataque de hackers ativistas que, numa espécie de ato público virtual, invadiram os servidores onde estavam os e-mails e os divulgaram na Internet.

Falta de ar
Pesquisa da Universidade Federal Fluminense (UFF) com 150 pessoas apontou que um em cada três pacientes apresenta falta de ar durante a realização de exercícios físicos, principalmente mulheres e idosos. Evandro Tinoco Mesquita, diretor clínico do Hospital Pró-Cardíaco e professor de cardiologia da UFF, informou que o levantamento foi feito este ano em consultórios das regiões de Niterói, Maricá e Ilha do Governador, com pacientes com idade média de 72 anos.

Diastologia
O Hospital Pró-Cardíaco e a Universidade Federal Fluminense (UFF) realizam, nos próximos dias 11 e 12, no auditório do Hospital Pró-Cardíaco, o I Curso de Insuficiência Cardíaca com Fração de Ejeção Normal e Diastologia. Será a primeira vez que o evento será realizado no Brasil. Organizado pelos cardiologistas Evandro Tinoco Mesquita e Antônio José Lagoeiro Jorge, o curso é direcionado para clínicos gerais, cardiologistas, ecocardiografistas, geriatras, estudantes de medicina e outros profissionais interessados em novas técnicas de imagem em diastologia e na insuficiência cardíaca com fração de ejeção normal. O valor da inscrição é de R$ 90, para médicos, e R$ 70, para residentes e estudantes.

Risco maior
O país gasta, segundo estimativas do Ministério da Saúde, cerca de R$ 9 bilhões por ano com pessoas que sofreram trauma craniano ou na medula, que ocasiona paralisia, tetraplegia ou outros tipos de sequelas. Esses problemas acontecem principalmente nas ruas e estradas e no período de férias escolares, quando crianças e adolescentes se acidentam mais ao andar de bicicleta, skate e patins sem a proteção do capacete, e pulam de cabeça em piscinas, rios e lagos. A Sociedade Brasileira de Neurocirurgia começou programa de visitas a escolas particulares e públicas em todo o país para fazer palestras para alunos, pais e professores, no intuito de diminuir estes números.

A França é aqui
Pela primeira vez o Festival Varilux de Cinema Francês acontecerá simultaneamente em 14 cidades brasileiras. Esta que é a oitava edição, começa nesta sexta e vai até a próxima quarta, 9, com a exibição de sete filmes franceses, sendo quatro inéditos, como “Mais tarde você vai entender…”, de Amos Gitai, estrelado pela diva Jeanne Moreau.

Desconjuro
Depois de longos dias de mudez seletiva, o ex-prefeito Cesar Maia conseguiu escrever oito parágrafos em seu Ex-blog sobre o mensalão de Brasília sem citar uma única vez o partido do governador do DF, José Roberto Arruda, o DEM – igualmente a legenda de Maia.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInsaciável
Próximo artigoAlém da Bahia

Artigos Relacionados

Bolsonaro invade TV Brasil

Programação foi interrompida 208 vezes em 1 ano para transmissão ao vivo com o presidente.

FMI: 4 fatores ameaçam inflação

Fundo acredita que preços deem uma trégua no primeiro semestre de 2022, mas...

Pandora Papers: novos atores nos mesmos papéis

Investigação mostra que pouco – ou nada – mudou desde 2016.

Últimas Notícias

Rio Indústria apoia lei que desburocratiza e facilita novos negócios

Em audiência pública realizada nesta quinta-feira (14), na Câmara Municipal do Rio, sobre o Projeto de Lei Complementar nº 43/2021 que regulamenta a Declaração...

Ciência: entidades pedem liberação de recursos

Organizações questionam redirecionamento para outras áreas de R$ 515 milhões, que eram do CNPq.

Rating da EDP BR não muda com aquisição da Celg-T

Para a Fitch Ratings, a qualidade de crédito da EDP Energias do Brasil S.A. (EDP BR, Rating Nacional de Longo Prazo ‘AAA (bra)’, Perspectiva...

Tesouro: Queda do investimento líquido em ativos não financeiros

O Tesouro Nacional informou nesta sexta-feira que no 2º trimestre de 2021, a necessidade líquida de financiamento do Governo Geral alcançou 7,1% do PIB,...

Leilão de Excedentes da Cessão Onerosa terá sucesso?

Após a realização da 17ª Rodada de Licitações de Blocos para exploração e produção de petróleo e gás natural no último dia 7, considerado...