CNseg aponta vetores de impacto da economia nos próximos meses

Os vetores prós e contra o crescimento do PIB do país em 2021 e em 2022 são relacionados na nova edição (nº 56) da Conjuntura CNseg, publicada pela Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). De acordo com a publicação, embora a esta altura o viés de cada indicador já seja conhecido, positivo ou negativo, é a sua intensidade que decidirá o resultado anual da economia em 2021 e em 2022.

Em consequência, as projeções dos agentes do mercado apresentam grande dispersão, especificamente para 2022, oscilando da estagnação em cenário pessimista até alta de 3%, descreve a parte da publicação destinada a avaliar o cenário macroeconômico.

Influenciadores

Segundo a publicação da CNseg, alguns vetores poderão influenciar o desempenho positivo da economia entre o final do ano e 2022: i) o ritmo de crescimento forte da economia global; ii) os gargalos na oferta de insumos; iii) os preços altos das commodities; iv) o aumento da receita das exportações e v) a renda nacional, que inclusive não tem o poder de produzir mais choques na inflação do país.

Outro tópico favorável é a reação, ainda que lenta, do mercado de trabalho, principalmente se o ritmo de contratações no setor de serviços continuar consistente nos próximos meses.

Para a Confederação Nacional das Seguradoras, outra premissa para crescimento é o PIB de 2021 confirmar a taxa de expansão de 5%, porque gera carregamento estatístico para o próximo ano, um adicional de 0,5% a 1% ao resultado de 2022.

Variáveis impactantes

Em sentido contrário, a publicação lista cinco variáveis que podem impactar o PIB brasileiro. Por ordem: i) o ciclo de alta da Selic contínuo e cada vez mais próximo de dois dígitos em 2022; ii) a corrosão da renda das famílias causada pela inflação mais alta; iii) o aumento no nível de endividamento dos brasileiros; iv) a repercussão negativa disso no consumo e na tomada de crédito; v) o risco da recuperação do mercado de trabalho não ser integral, estabilizando-se abaixo do patamar histórico, de pouco mais de 60% da população economicamente ativa; e v) por fim, a incerteza associada ao ambiente político e sua relação com a situação fiscal no próximo ano.

Coriolano recebe prêmio de Personalidade Nacional e Internacional

O presidente da Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg), Marcio Coriolano, foi eleito como “Personalidade Nacional e Internacional – Dirigente da Maior Entidade Representativa do Setor Segurador Brasileiro”, na terceira edição do 2021 Insurance Corp Awards – Melhores do Seguro e do Resseguro, organizado pela revista Insurance Corp.

Na cerimônia, transmitida online, disse que compartilha a premiação com as 128 associadas da CNseg e com todos os colaboradores da entidade. Ele destacou ainda a resiliência do setor, ilustrada pelos números. “Fechamos 2019 com espetacular crescimento de 12,3%. Em 2020, em função dos efeitos da pandemia, evoluímos apenas 1,3%, embora um dos únicos setores econômicos a apresentar um desempenho positivo. E agora, em junho, anualizados os dados, voltamos ao patamar pré-crise, crescendo 12%”, ressaltou.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Fitch Ratings atualiza metodologia de Rating de Seguros

A Fitch Ratings, agência de classificação de risco, publicou nesta sexta-feira relatório de atualização de sua Metodologia de Rating de Seguros. Segundo a agência,...

Seguros: 3º trimestre fecha com alta acumulada de 13,4%

O setor segurador encerrou o terceiro trimestre em alta, com taxa acumulada no ano de 13,4%. “Os dados dos nove primeiros meses de 2021...

Qualicorp fecha pareceria com o grupo Orthopride

A fim de ampliar o relacionamento com os clientes, a Qualicorp fechou uma parceria comercial com o grupo Orthopride, a maior rede de clínicas...

Últimas Notícias

Cresce mercado de investimento em ações da China

O investimento em ações na China apresentou crescimento este ano, uma vez que o volume de fundos levantados e o investimento registraram um crescimento...

CVM alerta: Atuação irregular de Business Bank BNI Investiments S.A

A Comissão de Valores Mobiliários está alertando ao mercado de capitais e ao público em geral sobre a atuação irregular de Business Bank BNI...

Usina TermoCamaçari ficará com a Unigel até 2030

A Petrobras, em continuidade ao comunicado divulgado em 11/05/2021, informa que, após a retomada das negociações com a Proquigel Química S.A., subsidiária da Unigel...

STF é questionado sobre inconstitucionalidade de privatizações

O coordenador-geral da Federação Única dos Petroleiros (FUP), Deyvid Bacelar, defendeu nesta segunda-feira, em audiência pública na Câmara dos Deputados, que o Supremo Tribunal...

Mais um Fiagro na listagem da B3

Ocorreu nesta segunda-feira o toque de campainha que marcou o início de negociação do terceiro Fiagro na B3, o JGP Crédito FI Agro Imobiliário. As...