30.1 C
Rio de Janeiro
quinta-feira, janeiro 21, 2021

Codecom da Alerj está de olho nas ofertas da Black Friday

Esta sexta-feira é a tão festeja Black Friday, e a Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj, presidida pelo deputado Fábio Silva (Dem), está em alerta máximo. Por conta das muitas propagandas enganosas, os funcionários da comissão já esperam um grande volume de trabalho nos próximos dias. Tem sido assim todo ano.

 

CPI da Prolagos retoma trabalho

Passado o primeiro turno das eleições, o deputado estadual Dr. Serginho (REP) quer retomar as atividades da CPI da Prolagos, criada na Alerj para investigar o derramamento de esgoto e resíduos químicos na Lagoa de Araruama, e tem ainda como objetivo acabar com a cobrança ilegal da taxa mínima de água pela concessionária que presta serviços na Região dos Lagos.

 

Parceria do estado com a GM

Para que os programas do Governo do Estado do Rio de Janeiro Segurança Presente, Lei Seca e Barreira Fiscal possam ser levados a mais municípios fluminenses e ampliado na capital, o deputado Alexandre Knoploch (PSL) defende convênios com as guardas municipais. Assim, argumenta o parlamentar, os guardas trabalhariam em conjunto nesses programas com policiais militares e agentes civis, aumentando o efetivo e possibilitando a expansão.

 

Meia-entrada para professores

Pedagogos, orientadores educacionais e auxiliares de educação do sistema público e privado de ensino do Estado do rio de Janeiro poderão entrar para a lista dos beneficiados com o desconto de 50% nos ingressos para eventos artísticos, culturais e desportivos realizados no Rio de Janeiro. É o que propõe o deputado Renato Zaca (SDD), através de projeto de lei em tramitação na Alerj.

 

Patrulha Maria da Penha

A Câmara do Rio aprovou o projeto de lei que cria a Patrulha Maria da Penha. Pela proposta, guardas municipais e agentes comunitários de saúde farão visitas periódicas às residências de mulheres vítimas de violência. O atendimento, segundo o projeto, deve contar, inclusive, com o fornecimento de um botão do pânico as vítimas, criado por meio de parceria entre a Prefeitura e o Poder Judiciário. Os autores da proposta são os vereadores Jones Moura (PSD), Átila A. Nunes (Dem), Dr. Gilberto (PTC), Dr. Carlos Eduardo (Pode) e Jorge Felippe (Dem).

 

Vereador quer fim dos zoos

O lugar dos animais é na natureza. Com essa determinação, o vereador carioca Dr. Marcos Paulo (Psol) apresentou projeto de lei na Câmara Municipal proibindo a criação e o funcionamento de jardim zoológico, minizoo, aquários e similares que exponham animais no Município do Rio de Janeiro. Ele só não deixou claro se a medida, caso aprovada, atingiria também o zoo da Quinta da Boa Vista e o aquário da Zona Portuária.

Artigos Relacionados

Deputadas querem evitar reajuste nos trens

Aumento previsto de 25% a partir de 2 de fevereiro no Rio.

Alerj: novos deputados mudam composição da Mesa

Houve mudança na representatividade dos partidos.

Alerj com vaga garantida para André Ceciliano

Eleição da Mesa Diretora ocorrerá no primeiro dia de fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Mercado reagirá ao Copom e problemas internos

Na Europa, Londres teve alta de 0,41%. Frankfurt teve elevação de 0,77%. Paris teve ganhos de 0,53%.

EUA: expectativa por novos estímulos fiscais traz bom humor

Futuros dos índices de NY estão subindo, mesmo após terem atingidos novos recordes históricos no fechamento do pregão anterior.

Ajustando as expectativas

Bovespa andou na quarta-feira na contramão dos principais mercados da Europa e também dos EUA.

Sudeste produz 87,5% dos cafés do Brasil em 2020

Com mais de 55 milhões de sacas a região é a principal responsável pela maior safra brasileira da história.

Exportação de cachaça para mercado europeu cresceu em 2020

Investimentos será de R$ 3,4 milhões em promoção; no Brasil, já cerveja deve ficar entre 10 e 15% mais cara em 2021.