Colômbia compra 25 aviões da Embraer

A Embraer vendeu ontem, após três meses de negociação, 25 aviões ao Ministério da Defesa da Colômbia. Os jatos pertencem à família Super Tucano e custaram ao governo colombiano US$ 234 milhões.
O comandante da Força Aérea da Colômbia declarou que a aquisição dessa nova frota aérea “permitirá uma luta mais efetiva contra a ameaça narcoterrorista, assim como um importante avanço na modernização da Força Aérea”.
Ainda de acordo com o representante do país vizinho, o governo colombiano vem estudando a renovação da frota aérea nos últimos sete anos, e encontrou no modelo Super Tucano, “as características que se adaptam perfeitamente às condições geográficas do país e respondem às necessidades da Força.”
A previsão é de que os aviões comecem a ser entregues em novembro do ano que vem. Antes da entrega, entretanto, é possível que a Força Aérea do Brasil empreste aos colombianos aeronaves de combate com características similares aos Super Tucano, destinadas ao treinamento dos pilotos que passarão a operar o novo avião. As aeronaves adquiridas ontem serão utilizadas para o controle do espaço aéreo em missões de defesa, apoio aéreo, entre outras operações do governo, incluindo ações de força.

Artigo anteriorBolha
Próximo artigoSuperávit automotivo
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Governo pode – e deve – controlar progresso tecnológico

Tecnologias transformadoras do século 20 não teriam sido possíveis sem liderança do Estado.

Salário mínimo baixo, gasto do Estado alto

Nos EUA, assistência a trabalhadores que ganham pouco custa US$ 107 bi por ano ao governo.

Privatização da Eletrobras aumentará tarifa em 17%

Estatal dá lucro e distribuiu R$ 20 bi em dividendos para a União.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Entidades de saúde se unem contra aumento de ICMS em meio à pandemia

Remédios para câncer, seringas e cadeiras de rodas são exemplos de itens que sofrerão aumento com a nova tributação.

Sony deixará de vender áudio e vídeo no Brasil

Multinacional japonesa venderá aqui apenas consoles de games importados.

ISM Manufacturing teve a maior leitura desde fevereiro de 2018

Expectativa é de melhora continuada dado o avanço da vacinação, bem como o estímulo fiscal projetado para ser aprovado em meados de março.

Rede estadual de ensino do Rio volta hoje às aulas

Alunos terão aulas remotas e presenciais, com turmas em sala de aula em dias alternados em função da pandemia.

Mercado interno sobe seguindo bom humor global

Exterior avança após pacote fiscal de US$ 1,9 trilhão ser aprovado pela Câmara dos Representantes dos EUA.