Com apoio do governador, Márcio Pacheco é eleito para o TCE

Deputado obteve 47 votos na Alerj.

O deputado estadual Márcio Pacheco (PSC) foi eleito, por 47 votos, como novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em substituição a Aloysio Neves Guedes, que se aposentou em fevereiro. Pacheco disputou a vaga com o deputado Rosenverg Reis (MDB), que recebeu nove votos, e o funcionário de carreira do TCE, Hans Springer da Silva, que teve 10 votos. Quatro deputados se abstiveram.

Antes do início da votação, os deputados Alexandre Freitas (Pode), Dr. Deodalto (PL) e Val Ceasa (Patriota) desistiram do pleito.

Com a nomeação de Pacheco ao TCE, quem assumirá a sua vaga na Alerj é Sérgio Louback, de Nova Friburgo, que retorna à Assembleia – ele exerceu a suplência como deputado na Casa por cerca de um ano e meio, tendo deixado o Parlamento em 2020.

Leia também:

Coligações para governo e Senado devem ser as mesmas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Brics terá cooperação espacial entre os países-membros

China prevê plano para cooperação de satélites de sensoriamento remoto.

Perdas no varejo no pós pandemia chegam a R$ 24 bi

Porém, índice geral de perdas caiu no varejo brasileiro, para 1,21%.

São Paulo tem nova greve de ônibus

Motoristas param à 0h desta quarta-feira.

Últimas Notícias

Brasil é líder entre países que mais enviam ameaças de extorsão

País, entretanto, avança 53 posições e ocupa 18º lugar em ranking mundial de cibersegurança.

Inflação pelo IGP-M sobe para 0,59% em junho

Segundo a FGV, alta foi puxada pelos preços no varejo e pelo custo da construção.

Mercados operam mistos de olho em pronunciamento de Powell

Atenção também a PIB nos EUA; internamente IGP-M veio abaixo do esperado e Oi reverte prejuízo.

Mania de Churrasco! Prime Steak & Burger abre 12º restaurante no Rio

Unidade da rede de churrascarias no Shopping Nova Iguaçu terá diferenciais especiais.

BB: Crédito para antecipação de IR já supera 2021

Clientes do banco podem antecipar até 100% do valor da restituição do IR, até o limite de R$ 20 mil