Com o chapéu alheio

A Previdência Social vai deixar de arrecadar este ano R$ 6 bilhões devido à renúncia fiscal embutida no Simples e R$ 3,9 bilhões por valores não recolhidos por entidades filantrópicas. Os números são apresentados pelo presidente da Associação Nacional dos Servidores da Previdência Social (Anasps), Paulo César de Souza, para advertir para as conseqüências sobre a estrutura financeira e atuarial da Previdência: “Amanhã os trabalhadores dessas instituições se aposentarão e a parte da contribuição da empresa será arcada por todos trabalhadores ou, em última hipótese, no caso de déficit da Previdência, por toda a sociedade”, alerta.

Matemática malandra
Os R$ 9,9 bilhões referentes a apenas esses dois tipos de renúncia equivalem praticamente ao superávit previdenciário, em 2004. Sim, diferentemente das mistificações propaladas pelo lobby dos fundos privados de pensão, a  Previdência não teve déficit de R$ 32,7 bilhões,  em 2004, mas superávit de R$ 11,6 bilhões.
O primeiro número restringe-se à diferença entre os valores recolhidos pelo INSS e os benefícios pagos, incluindo os cerca de 5 milhões de aposentados rurais que não contribuíram para a Previdência, sem que esse justo direito obtido na Constituição de 1988 fosse repassado à rubrica do Tesouro Nacional. Quando se inclui os valores arrecadados pela Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido (CSLL) e pela Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins), que, como determina o artigo 195 da Constituição que o presidente Lula jurou obedecer, compõem o orçamento da seguridade social, tem-se superávit de R$ 11,6 bilhões.

Pesquisa
Dono do maior rebanho e maior exportador de carne bovina do mundo, o Brasil desenvolveu uma vacina que evitará a perda anual de 75 milhões de toneladas de carne e 1,5 bilhão de litros de leite. A vacina contra carrapato tem como base o remédio cubano Gavac e foi adaptada pelos pesquisadores da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Estado do Rio de Janeiro (Pesagro) para o clima e para os tipos de bois criados no Brasil. Em média, 2,5 milhões de cabeças de gado morrem por doenças causadas por carrapatos. O gado no qual foi testado o produto está há oito meses sem necessidade de banho carrapaticida, tradicionalmente executado de 15 em 15 dias. Em um rebanho de 100 cabeças, essa diferença significa menos R$ 9,6 mil gastos por ano.

Ajuda do coração
O atendimento a emergências cardiovasculares e o tratamento de doenças cardíacas graves é assunto do livro As bases práticas da cardiologia intensiva (Editora Revinter), dos cardiologistas Roberto Esporcatte, Fernando Rangel e Ricardo Rocha. Eles contaram com a colaboração dos profissionais do Hospital Pró-cardíaco. As doenças cardíacas são a terceira causa de internação no Brasil e consomem cerca de 20% dos recursos do setor. Os direitos autorais do livro serão doados ao Pró-Criança Cardíaca, instituição que em oito anos de existência atendeu gratuitamente cerca de 6 mil crianças carentes com problemas de coração.

Zero
O México reportou inflação zero em janeiro. O governo mexicano comemorou o feito, mas normalmente variação negativa ou nenhuma variação indica economia parando.

Remédio
O rebaixamento da Tradição para o Grupo de Acesso do Carnaval carioca mostra que os genéricos não vieram para substituir apenas os medicamentos de marca. Neste caso, a escola rebaixada serviu como genérico da Portela, que, depois dos problemas apresentados no Sambódromo, era dada como favas contadas para cair de grupo.

Destino
Uma jornalista do grupo Globo pode ir parar na Espanha.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorA longo prazo
Próximo artigoKyoto amanhã

Artigos Relacionados

Qual a parcela de culpa da Ericsson no terrorismo?

Multi sueca é processada por pagar propina no Iraque que teria chegado ao Estado Islâmico.

BC eleva juros, mas inflação segue disseminada

Remédio errado a partir de diagnóstico equivocado.

Ainda é a economia

Redução dos preços coloca algum combustível na campanha de Bolsonaro.

Últimas Notícias

Seis milhões de empresas inadimplentes e o custo da dívida sobe 391%

Alta da Selic coloca empresas que possuem financiamentos e empréstimos em situação crítica.

Burocracia bancária faz sete em cada 10 brasileiros perderem dinheiro

Já Pix alcança o segundo lugar no ranking de meios de pagamento aceitos pelo comércio eletrônico.

‘Americano’?

Por Eduardo Marinho.

Jô Soares, eterno em nossos corações e mentes

Por Paulo Alonso.

Microcrédito para taxistas será votado na terça

Projeto de André Ceciliano abre linha de até R$ 80 mil para renovar frota.