Comércio de rua do Rio poderá reabrir a partir deste sábado

Presidente do Sindicato dos Lojistas afirma que decisão foi feita em cima da hora.

Rio de Janeiro / 22:42 - 26 de jun de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Os lojistas cariocas poderão reabrir suas lojas de rua a partir deste sábado, das 11h às 17h. O anúncio foi feito pelo prefeito Marcelo Crivella, no fim da tarde desta sexta-feira. Segundo o prefeito, o horário do comércio de rua será diferente do estabelecido para o funcionamento dos shoppings para evitar sobrecarregar o transporte público.

Prevista para a terceira fase, com início no dia 2 de julho, a reabertura do comércio de rua foi antecipada, ainda segundo o prefeito, porque “as curvas relativas à Covid-19 estão caindo”.

O presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Rio (SindilojasRio) e do Clube de Diretores Lojistas (CDLRio), Aldo Gonçalves, destaca que a antecipação atende a reivindicação das entidades, que cobravam a reabertura e reclamaram da falta de transparência dos critérios usados pela prefeitura para definir as etapas do plano de flexibilização, permitindo a reabertura de shoppings e o trabalho de ambulantes enquanto as lojas de rua continuaram fechadas.

Depois de mais de 100 dias fechado, acumulando prejuízos e dificuldades, o comércio está pronto e ansioso para voltar a funcionar. Serão respeitados todos os protocolos de segurança para garantir a segurança e o bem-estar de clientes e equipes de funcionários”, afirma Aldo.

Ele criticou que o anúncio tenha sido feito no fim da tarde desta sexta-feira, sem o tempo necessário para as lojas se preparem para abrir no dia seguinte, um sábado.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor