Comércio de SP cresce 30% em agosto

Resultado da base de comparação é fraca, já que em agosto de 2020 a pandemia espantou consumidores.

As vendas no comércio da cidade de São Paulo cresceram 30% em agosto na comparação com o mesmo mês de 2020. Na comparação com julho, as vendas aumentaram 17,9%. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira no Balanço de Vendas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Esse aumento expressivo, de um ano para o outro, segundo o economista-chefe da ACSP, Marcel Solimeo, é resultado da base fraca de comparação, já que em agosto do ano passado as restrições ao funcionamento do comércio eram maiores por causa da pandemia.

Ele explica ainda que, na comparação agosto-julho, o aumento foi provocado pela frente fria que chegou à capital, pelo Dia dos Pais e também pela melhoria nas condições da pandemia, provocado pelo efeito da vacinação.

“Nossa expectativa se mantém. Até o final deste ano vamos atingir o mesmo patamar apresentado antes da pandemia. Não estamos falando de recuperação das vendas porque venda adiada é venda perdida”, explicou.

A vacinação, segundo Solimeo, tem ajudado no cenário de vendas do comércio em São Paulo, possibilitando maior flexibilização no horário do comércio. Mas outros fatores, além da pandemia, podem prejudicar o varejo paulistano. “A vacinação continua acelerando a tendência para o varejo melhora, mas temos problemas que podem afetar o desempenho, como o aumento da inflação, que vai comprometer a renda da população, e que exige atenção do governo, e também a crise energética”, finaliza.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

BR do Mar tira empregos e financiamento do Brasil

Senado reduz tripulação mínima brasileira para apenas 1/3; abertura na cabotagem não tem precedentes no mundo.

Plenário do Senado derruba esquema de securitização

Sistema desviava impostos pagos pela sociedade para garantir títulos financeiros.

Constituição passará a garantir renda básica

Espaço fiscal aberto no orçamento será totalmente vinculado a gastos sociais.

Últimas Notícias

Contração seguida do PIB configura recessão técnica

A quinta-feira foi marcada pela repercussão dos dados divulgados sobre o Produto Interno Bruto (PIB), a soma de todos os bens e serviços produzidos...

Renova Energia fecha negócio da Brasil PCH

A Renova Energia, em recuperação judicial, concluiu nesta quinta-feira a venda de sua posição majoritária na Brasil PCH, sociedade que reúne 13 usinas de...

ANP aprova novas regras para firmas inspetoras de combustíveis

A Diretoria da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou nesta quinta-feira (02) a resolução que revisa os requisitos necessários para...

Dia de alta para Petrobras e Braskem

A quinta-feira foi um dia de propensão a risco. “Tivemos uma alta bastante expressiva de alguns papéis na bolsa como Petrobras e Braskem. A...

B3 faz leilão do Fundo de Investimentos da Amazônia

Dia 16 de dezembro, a B3 realizará o leilão de valores mobiliários integrantes da carteira de ações do Fundo de Investimentos da Amazônia (Finam),...