Comércio do Rio espera aumento de 4% nas vendas do Dia dos Pais

66
Aldo Gonçalves (Foto: Arthur S. Pereira/CDL-Rio/Sindilojas-Rio)
Aldo Gonçalves (foto de Arthur S. Pereira/CDL-Rio/Sindilojas-Rio)

Segundo pesquisa realizada pelo Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio) e pelo Sindicato dos Lojistas do Comércio do Rio de Janeiro (Sindilojas-Rio), na última semana de julho, a estimativa é que haja um crescimento de 4% nas vendas referentes ao Dia dos Pais. Foram entrevistados 250 lojistas de diferentes segmentos, como roupas, calçados (incluindo tênis e sandálias), joias e relógios, livros, eletroeletrônicos, celulares, artigos esportivos, perfumes e acessórios masculinos (cintos e carteiras).

Para 70% dos lojistas o movimento está melhor do que o do ano passado: eles estimam que o preço médio dos presentes deve ficar entre R$ 110 e R$ 130, por pessoa.

De acordo com Aldo Gonçalves, presidente do CDL-Rio e do Sindilojas-Rio, o comércio varejista da cidade tem enfrentado com a resiliência as circunstâncias da conjuntura econômica. Esta é uma característica marcante da atividade, inerente ao processo de distribuição de bens junto à sociedade, a despeito do dia, se a data é comemorativa ou não. Para isso, muito dispêndio de esforços se faz necessário.

“Ao levantar as portas do seu estabelecimento todos os dias – diz Aldo – sobre o negócio comercial incidem inúmeros custos e outras variáveis que exigem do comerciante capacidade de adaptação e tornam a rotina empresarial um esforço hercúleo para manter a estrutura organizacional ativa. Assim, o lojista vai acompanhando a dinâmica das mudanças do mercado em compasso com os acontecimentos que recaem em seu ambiente operacional. No caso particular do Rio de Janeiro existem componentes que indicam um quadro de recuperação tanto a nível municipal, quanto

Espaço Publicitáriocnseg

estadual. Além disso, regionalmente o nível de emprego vem crescendo, com reflexos sobre o aumento da renda e nas expectativas de consumo.”

Ainda segundo Aldo, “não esperamos explosão de consumo. Ao invés, verificamos expectativas boas porque a confiança de certa forma vem subindo. Por isso a performance esperada de vendas joga luz no ânimo dos lojistas para com um início de segundo semestre mais promissor e acréscimos nos ganhos. Naturalmente que para o comerciante isso tem a ver com o que a economia fluminense tende a oportunizar de investimentos em turismo, startups, energia e nas indústrias de infraestrutura e óleo e gás, e com seus impactos estimados sobre o consumo”, concluiu.

Já levantamento feito pela Research&Markets aponta que o setor de cosméticos voltado para homens atingiu R$ 69 bilhões só em 2020 e a tendência é que em 2024 chegue em R$ 78,6, isso confirmado para o Dia dos Pais deste ano, conforme dados da plataforma Nubimetrics.

Segundo o estudo, quando se trata de comprar um presente, os perfumes são as primeiras mercadorias que vem à mente dos compradores.

“Olhando a demanda, nota-se que as fragrâncias masculinas seguem como os mais populares, liderando a categoria com o Invictus, da Paco Rabanne. Um sinal positivo para os vendedores que estão preparando sua oferta para a sazonalidade, em agosto, por exemplo”, explica Juliana Vital, CRO da Nubimetrics

Um fato interessante sobre essa categoria é que, embora esse item tenha uma alta concentração em catálogo, segundo dados do Mercado Livre apenas 17% oferecem desconto para os usuários.

Também os itens para barba também tornaram-se um dos presentes prediletos para o Dia dos Pais. A subcategoria kits de barbear, no Mercado Livre, por exemplo, registra um dos seus melhores períodos de procura durante essa sazonalidade, ficando atrás apenas para o Natal. Analisando o ranking dos artigos mais buscados da categoria, os kits completos com nécessaires da marca Barba Robusta lideram o setor.

Além de beleza, o nicho que vem conquistando o varejo eletrônico que tem um bom desempenho na comemoração é a de Ferramentas. Em crescimento em 2023, essa categoria possui uma grande variedade de presentes, como serras, furadeiras, lixadeiras, marteletes entre outros. As caixas são um destaque importante neste quesito, vem crescendo em procura e já supera o número registrado em 2022. Sobre as marcas, as que mais cresceram foram Fercar, Stanley e Dewalt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui