Comércio exterior da China sobe 1,2% em novembro

47
Foto aérea tirada em 29 de novembro de 2023 mostra o Porto de Luoyu localizado na Baía de Meizhou na cidade de Putian, Província de Fujian, sudeste da China. (Xinhua/Lin Shanchuan)
Xinhua - Silk Road

Beijing, 7 dez (Xinhua) — O total de importações e exportações de mercadorias da China cresceu 1,2% anualmente em novembro, segundo os dados oficiais divulgados nesta quinta-feira.

No mês passado, o comércio exterior do país ficou em 3,7 trilhões de yuans (US$ 519,84 bilhões), de acordo com a Administração Geral das Alfândegas da China.

As exportações cresceram 1,7% em relação ao mesmo período do ano passado, para 2,1 trilhões de yuans, enquanto as importações aumentaram 0,6% em termos anuais, para 1,6 trilhão de yuans, mostraram os dados.

Entre janeiro e novembro, o comércio exterior do país permaneceu inalterado em relação ao mesmo período do ano passado, situando-se em 37,96 trilhões de yuans, de acordo com os dados.

Espaço Publicitáriocnseg

Nos primeiros 11 meses, a Associação das Nações do Sudeste Asiático (ASEAN) continuou sendo o maior parceiro comercial da China. O comércio da China com os países da ASEAN aumentou 0,1% anualmente, chegando a 5,8 trilhões de yuans, representando 15,3% do valor total do comércio do país.

O comércio da China com a União Europeia diminuiu 2,2% ano a ano, enquanto com os Estados Unidos caiu 6,9% em termos anuais entre janeiro e novembro. O comércio com os países participantes da Iniciativa do Cinturão e Rota aumentou anualmente 2,6%.

Um detalhamento dos dados mostrou que as exportações chinesas de máquinas e produtos eletrônicos, que representam 58,6% do total das exportações, cresceram 2,8% durante o período, e o valor das exportações de automóveis saltou 79,6% anualmente. Fim

Leia também:

Regulador de valores mobiliários da China promete melhores padrões de supervisão e repressão de atividades ilegais
Cinturão e Rota
Regulador de valores mobiliários da China promete melhores padrões de supervisão e repressão de atividades ilegais

A Comissão Reguladora de Valores da China (CSRC, na sigla em inglês) disse nesta quinta-feira que orientará a Bolsa de Valores de Shanghai, a Bolsa de Valores de Shenzhen e a Bolsa de Futuros Financeiros da China a fortalecer os seus padrões de supervisão para transações anormais, e que reprimirá as atividades ilegais.

PIB da região Beijing-Tianjin-Hebei cresce 90% na última década
Cinturão e Rota
PIB da região Beijing-Tianjin-Hebei cresce 90% na última década

Beijing, 23 fev (Xinhua) — A região Beijing-Tianjin-Hebei viu seu Produto Interno Bruto (PIB) crescer 90% para 10,4 trilhões de yuans (US$ 1,46 trilhão) em 2023, em comparação com o nível de 2013, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira. Ao transferir suas funções não-essenciais, Beijing fechou mais de 3 mil empresas de manufatura e fechou ou […]

Província chinesa de Hunan, vê seu volume de exportação de máquinas de construção aumentar 43,7% em 2023
Cinturão e Rota
Província chinesa de Hunan, vê seu volume de exportação de máquinas de construção aumentar 43,7% em 2023

Beijing, 23 fev (Xinhua) — O volume de exportação de máquinas de construção na Província de Hunan, centro da China, atingiu 26,3 bilhões de yuans em 2023, aumentando 43,7% em termos anuais, 21,7% acima da média nacional, de acordo com a Alfândega de Changsha, publicado no Hunan Daily nesta quarta-feira. Em 2023, a província viu […]

Investidores investem mais no mercado de ações da China via ETFs este ano
Cinturão e Rota
Investidores investem mais no mercado de ações da China via ETFs este ano

Os investidores têm investido em fundos negociados em bolsa (ETFs) relacionados no mercado de ações de categoria A da China este ano, com influxos líquidos de capital para tais ETFs de ações já ultrapassando 340,82 bilhões de yuans até 21 de fevereiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui