Comércio global deverá crescer 2,6% em 2024, segundo OMC

Conflito no Oriente Médio teve impacto limitado no comércio global em 2024

173
Porto de Ningbo Zhoushan
Esta foto tirada em 21 de agosto de 2023 mostra contêineres carregados no navio porta-contêineres Cosco Shipping Virgo na área portuária de Meishan, no porto de Ningbo Zhoushan, na província de Zhejiang, leste da China. (Xinhua/Wei Yijun)

O volume do comércio global de mercadorias deve aumentar 2,6% este ano, informou a Organização Mundial do Comércio (OMC) em seu relatório anual de estatísticas e perspectivas comerciais publicado nesta quarta-feira.

Segundo a OMC, o volume do comércio mundial de mercadorias caiu 1,2% no ano passado, mas aumentará 3,3% em 2025. Espera-se uma recuperação gradual em 2024, após a contração no ano passado, que foi impulsionada pelos efeitos persistentes dos elevados preços da energia e da inflação, afirma o relatório.

A diretora-geral da OMC, Ngozi Okonjo-Iweala, afirmou: “Estamos fazendo progressos no sentido da recuperação do comércio global, graças a cadeias de abastecimento resilientes e a um quadro comercial multilateral sólido – que são vitais para melhorar os meios de subsistência e o bem-estar.”

Ngozi Okonjo-Iweala (foto de Jay Louvion, OMC)
Ngozi Okonjo-Iweala (foto de Jay Louvion, OMC)

O relatório prevê que as exportações da África crescerão 5,3% este ano, mais rapidamente do que qualquer outra região. Além disso, o forte crescimento do volume de importações – de 5,6% na Ásia e de 4,4% na África – deverá ajudar a impulsionar a procura global de bens neste ano.

Espaço Publicitáriocnseg

Embora o impacto econômico das perturbações no Canal de Suez resultantes do conflito no Oriente Médio tenha sido até agora relativamente limitado, alguns setores, como automobilístico, de fertilizantes e comércio varejista, foram afetados por atrasos e aumentos nos custos de frete.

O relatório afirma que as tensões geopolíticas afetaram marginalmente os padrões comerciais, mas não desencadearam uma tendência sustentada para a desglobalização.

“Alguns governos tornaram-se mais céticos em relação aos benefícios do comércio e tomaram medidas destinadas a transferir a produção e o comércio para nações amigas”, observou o economista-chefe da OMC, Ralph Ossa. “A resiliência do comércio também está sendo testada por perturbações no Canal do Panamá e no Mar Vermelho, duas das principais rotas marítimas do mundo”, acrescentou.

O relatório estima que o crescimento do PIB global permanecerá praticamente estável durante os próximos dois anos, em 2,6% em 2024 e 2,7% em 2025.

Agência Xinhua

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui