Comex no mercado Latam: tecnologia é aliada indispensável

365
Tecnologia: divulgação
Tecnologia: divulgação

Processos agilizados, seguros e compatíveis com legislações locais

 

A rotina operacional das empresas importadoras e exportadoras costuma exprimir um nível elevado de complexidade, isso é fato. Frente a um fluxo grande de informações das mais variadas fontes e origens legais, a margem para erros e ruídos de comunicação é ínfima. Para organizações com presença consolidada na América Latina, região de extrema relevância para o Comércio Exterior, em termos globais, é indeclinável a importância de se construir uma gestão flexível, segura e que garanta a continuidade de procedimentos cotidianos.

Cada país trabalha com suas próprias e distintas regulamentações, originadas por aspectos tributários, aduaneiros e legislativos. Sob uma perspectiva de expansão mercadológica, ir além de fronteiras e se firmar como uma companhia Latam é abrir portas para um novo posicionamento de mercado, dessa vez, alinhado com possibilidades comerciais extremamente promissoras.

Seguindo o objetivo de atingir tal patamar, a tecnologia surge como uma aliada de valor imensurável para as empresas, possibilitando a integração de operações, otimização de tempo e custo nos processos, contribuindo para um ambiente de decisões assertivas e mais segurança em todas as etapas do fluxo das operações (importações e exportações).

Espaço Publicitáriocnseg

 

Priorize soluções intercompany

Entretanto, se a inovação é um caminho vantajoso e precisa ser colocado em pauta, o momento de contratação de um software especializado para Comex deve ser conduzido com um olhar atento a detalhes cruciais que influenciarão na eficiência e na compatibilidade geográfica do gerenciamento efetivado pelo departamento responsável.

Características como adaptabilidade total a todos os países e aos parceiros locais, acesso facilitado aos dados e tomada de decisão embasada por referenciais confiáveis sobre o mercado são diferenciais que demonstram a relevância de se priorizar uma ferramenta intercompany. Com ela, a empresa terá condições de reduzir custos desnecessários de infraestrutura e plataforma, deixando aquele passado de estratégias descentralizadas para trás. Dessa forma, será possível trabalhar de forma estratégica por mais competitividade, clareza e controle sobre obrigações tributárias, com menos risco e melhores decisões.

 

Inteligência analítica para o cenário Latam

Atualmente, o Comércio Exterior brasileiro está passando por um amplo processo de modernização, considerando iniciativas e projetos que encontram na tecnologia uma grande oportunidade para simplificar a comunicação do setor em sua totalidade, envolvendo instituições públicas e privadas. Esse quadro evolutivo também se aplica à América Latina e seus membros principais, que protagonizam relações comerciais historicamente consagradas com o Brasil.

Em tempos de avanço tecnológico, reduzir a complexidade operacional e o excesso de burocracia é o primeiro passo para converter atividades morosas em práticas transformadoras. Em outras palavras, uma solução que separe informações para análise em real time, de modo acessível e dinamizado, viabiliza a participação decisiva de especialistas na área, para que ações condizentes com a situação atual do continente sejam executadas.

Para concluir o artigo, é necessário que o gestor, junto de seus colaboradores, ao optar pela automatização da gestão de Comex, leve em consideração aspectos que não são, em nenhuma hipótese, secundários ou descartáveis – como é o caso do parceiro ideal. Sem dúvidas, o sucesso das operações Latam depende, diretamente, de uma tecnologia capaz de acompanhar todas as demandas e exigências da região, com alta aderência e integração processual.

 

Léoton Martins é executivo de vendas na eCOMEX NSI.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui