Comissão da Alerj comprova lotação e atrasos nos trens

Tempo de viagem dobrou com extinção dos serviços no ramal Deodoro.

Decisões Econômicas / 15:55 - 16 de jul de 2020

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor

Dionísio Lins

A Comissão de Transportes da Alerj foi a campo e descobriu o que os moradores da Zona Oeste já sabiam. Os trens do ramal Santa Cruz circulam lotados e com atrasos. O presidente da comissão, deputado Dionísio Lins (PP), embarcou em uma composição que deveria sair às 6h da última terça-feira da Estação Santa Cruz. Ele estava acompanhado dos deputados Waldeck Carneiro (PT) e Lucinha (PSDB). A composição já saiu cheia e lotou ao longo do percurso, deixando os parlamentares no aperto. Depois de 1 hora e 40 minutos de viagem com paradas em 34 estações, os deputados chegaram à Central do Brasil nada satisfeitos com o trabalho da SuperVia e vão cobrar explicações dos diretores da concessionária.

 

Deputada quer a volta dos Expressos

No dia 8 de junho, a SuperVia extinguiu os serviços do ramal Deodoro, o que fez com que o trem expresso de Santa Cruz passasse a ser parador. Com isso, o tempo de viagem dobrou. “O passageiro precisa passar por 34 estações antes de chegar no ponto final. É um absurdo! Queremos o retorno do serviço expresso no ramal Santa Cruz”, reclamou a deputada Lucinha. A preocupação do deputado Waldeck foi com a disseminação do novo coronavírus. “O trem saiu de Santa Cruz com bastante gente e em Campo Grande lotou. Do ponto de vista da pandemia, nós estávamos muito próximos uns dos outros no trem. Ou seja, o risco de contágio é muito grande”, disse o parlamentar.

André Ceciliano

Alerj tranquiliza servidores do estado

O presidente da Alerj, deputado André Ceciliano (PT), garantiu aos servidores do Estado do Rio de Janeiro que, durante o período de isolamento social, nenhuma legislação que afete diretamente a categoria será votada no Legislativo estadual. Ceciliano ressaltou que o funcionalismo precisa de tranquilidade neste momento para se concentrar nas ações de combate à pandemia do novo coronavírus.

 

Homenagem a Sirkis

O ex-deputado federal, jornalista e defensor do meio ambiente, Alfredo Sirkis será homenageado na Alerj com a Medalha Tiradentes e diploma post mortem. Sirkis morreu semana passada em um acidente de carro. A maior homenagem da Casa ao ex-deputado foi proposta por 18 deputados de vários partidos. Será a segunda homenagem póstuma na atual legislatura. A primeira foi ao deputado estadual Gil Vianna, vítima da Covid-19.

 

Um peso, duas medidas

O presidente da Comissão de Saneamento da Alerj, deputado Gustavo Schimidt (PSL), está cobrando da Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro (Agenersa) providências imediatas sobre o gosto ruim e mau cheiro da água distribuída para a população de Rio das Ostras. Nada contra. Mas quando a Cedae distribuiu água em condições semelhantes, infestada de geosmina, para a capital e Baixada Fluminense, o deputado não moveu uma palha. Seguiu sua vida como se nada estivesse acontecendo.

 

Xadrez em período de isolamento

Já não sabe mais o que fazer nesse longo período de isolamento social? A Escola do Legislativo (Elerj) da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro tem uma sugestão: aprender a jogar xadrez. O curso básico online terá carga horária de 12 horas, com certificação para quem comprovar aproveitamento de 70% através de uma avaliação objetiva, também online. Para os interessados, segunda-feira (20), às 15h30, na página da Elerj no Facebook, haverá uma live com Ednilson Rosas, vice-presidente técnico da Federação de Xadrez do Estado do Rio de Janeiro, falando tudo sobre o curso, um dos muitos que a Elerj oferece online.

Siga o Monitor no twitter.com/sigaomonitor