Commandeur

Em cerimônia realizada no Centro de Convenções da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, o embaixador da França no Brasil, Alan Rouquié, entregou as insígnias de “Commandeur” da Ordem do Mérito Nacional ao deputado Márcio Fortes.
O cerimonial foi presidido pelo Cônsul Geral no Rio de Janeiro, Richard Barbeyron, que apresentou a relação de eventos empresariais bilaterais e as missões empresariais coordenadas pelo agraciando. O embaixador ressaltou a importância do crescimento de investimentos francês no Estado do Rio de Janeiro.

Desgaste inútil
O pessoal do Planalto poderia ter poupado o presidente FH do desgaste em torno da (frustrada) expulsão do folclórico ativista francês José Bové. Além de parecer perseguição política barata – especialmente grave, porque FH se orgulha do seu combate pela democracia – pior foi o sabor de derrota, como Bové saindo na hora já planejada.

Candelária
O Wall Street Journal publicou no final de janeiro matéria sobre os sobreviventes do “massacre da Candelária”, ocorrido em 1993. O jornal dos financistas mundiais conta que dos 60 que sobreviveram à chacina 26 morreriam depois, nas ruas; oito estão presos, sete desaparecidos e o restante vive precariamente.

Folia
A secretária de Estado da Flórida, Katherine Harris, deve passar o Carnaval no Rio, convidada pelo governador do estado, Anthony Garotinho. A notícia é do Washington Post. A secretária ficou famosa na recente confusão da contagem de votos para a presidência dos EUA em seu estado. Será a terceira viagem de Katherine Harris ao Rio. Sua primeira visita ao estado como secretária foi em maio e a segunda em julho, quando veio com o governador da Flórida, o republicano Jeb Bush, liderando uma missão cultural. O jornal norte-americano não perdeu oportunidade para fazer um chiste: sugeriu que a secretária pode aproveitar para estudar como os brasileiros em um dia apenas apuraram mais de 100 milhões de votos em todo o país usando urnas eletrônicas de última geração.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorFH
Próximo artigoExpansão

Artigos Relacionados

Por que mexer no ICMS e manter dividendos elevados?

Acionistas ganham em dividendos tanto quanto toda a população perderia com corte no imposto.

Alta dos preços leva a aumento de protestos

Agitação em países onde manifestações eram raras preocupa FMI.

Montadoras não vieram; demissões, sim

Promessas de Doria e Bolsonaro para fábrica da Ford não passaram de conversa para gado dormir.

Últimas Notícias

Três perguntas: NFTs de coleção

Por Jorge Priori.

Por que mexer no ICMS e manter dividendos elevados?

Acionistas ganham em dividendos tanto quanto toda a população perderia com corte no imposto.

Rio, petróleo e prosperidade

Por Ranulfo Vidigal.

Baixas temperaturas e geadas trazem prejuízos a agricultores

Balança comercial do agro, entretanto, apresentou superávit de US$ 43,7 bilhões no acumulado do ano, de janeiro a abril.

A pandemia do burnout

Por César Griebeler.