Como trabalhar quando os aplicativos de mensagens estão fora do ar?

Plataformas comandadas por Mark Zuckerberg ficaram inoperantes às 12h40 desta segunda-feira.

Nesta segunda-feira, WhatsApp, Instagram e Facebook saíram do ar. Por volta das 12h40, todas as plataformas comandadas por Mark Zuckerberg ficaram inoperantes. Como lidar com situações desse tipo quando se trabalha com elas?

“Nos tempos atuais é praticamente impossível vivermos sem as ferramentas e plataformas que temos à disposição, mas, ainda assim, temos alternativas que podem nos salvar em certos momentos. Além do mais, muitos, principalmente os mais jovens, acreditam que se as redes sociais caem por algumas horas tudo está perdido, mas não é verdade, pois temos essas soluções úteis e práticas que já estavam presentes antes dos tempos modernos”, explica Sylvia Bellio, CEO e cofundadora da itl.tech.

Para evitar ou minimizar as consequências desses acontecimentos, a especialista separou algumas dicas que podem ser colocadas em prática:

1 – Não deixe as plataformas no login automático pelas redes sociais (como o Gmail ou Teams, por exemplo), pois se acontecer de algumas delas virem a falhar, isso pode ocorrer em um comprometimento dos compromissos agendados.

2 – Utilize outros meios para se comunicar com os colegas de trabalho e/ou clientes – como é o caso do Telegram, grupos no Gmail e, até mesmo, o Twitter.

3 – No caso de o cliente não conhecer ou não souber como fazer uso de alguma dessas plataformas, mantenha-o informado sobre os acontecimentos e atividades do dia pelo e-mail corporativo.

4 – Faça bom uso do seu plano de internet móvel e utilize os velhos SMS para enviar mensagens rápidas e diretas.

5 – O telefone, mesmo que usado com menos frequência, nessas horas é uma excelente alternativa para entrar em contato com clientes, parceiros e colaboradores da empresa, no caso de urgências.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Enel pode sofrer CPI por péssimos serviços prestados

Empresários criticam desde a oscilação de tensão até a falta de poda de árvores.

Repassados R$ 7,7 bilhões do pré-sal para estados e municípios

Leilão rendeu bônus de assinatura total de R$ 11,1 bilhões.

Para 83% dos bares e restaurantes, inflação é o maior desafio em 2022

Pesquisa ouviu 817 empresas de todo o país, que representam cerca de 14 mil estabelecimentos.

Últimas Notícias

Câmara deve colocar em votação PL que desonera tarifas de energia

Em 2021, o Brasil passou pela pior crise hídrica em mais de 90 anos

Metodologia para participação de investidor estrangeiro

Serão considerados os dados de liquidação das operações realizadas no mercado primário nos sistemas da B3

Fitch eleva rating do Banco Sicoob para AA (bra)

Houve melhora do perfil de negócios e de risco da instituição

Petrobras Conexões para Inovação cria robô de combate a incêndio

Estatal: Primeiro no mundo adaptado para a indústria de óleo e gás