Companhia investe R$ 100 milhões em veículos ‘limpos’

Primeira leva tem caminhões elétricos e GNV.

A Ouro Verde, especialista em gestão e terceirização de frotas de automóveis, caminhões, máquinas e equipamentos pesados, controlada pela Brookfield, investirá R$ 100 milhões na aquisição de caminhões movidos a energia limpa. Desse total, R$ 50 milhões serão direcionados exclusivamente a 100 modelos elétricos.

A iniciativa faz parte da agenda ESG da companhia, com práticas sustentáveis em todas as esferas do negócio, e reflete a demanda do mercado, com empresas cada vez mais engajadas em reduzir a pegada de carbono de suas operações. A Ouro Verde atua em diferentes setores da economia, como consumo, varejo, agronegócio, saneamento, infraestrutura, construção civil, industrial, florestal, mineração e portos.

As primeiras entregas contam com oito caminhões elétricos da JAC Motors, modelo iEV1200T, e outros 20 veículos movidos a GNV. “Apostamos em um modelo de negócio sustentável e trabalhamos ativamente para elevar o patamar da nossa atuação, contribuindo para a construção de uma sociedade ambientalmente mais responsável”, destaca Cláudio Zattar, presidente e CEO da Ouro Verde.

Jetta 2023 (foto divulgação Volkswagen)
Jetta 2023 (foto divulgação Volkswagen)

Com facelift, Jetta recebe novo câmbio de 7 marchas

Importado do México, a Volkswagen anuncia as vendas do renovado Jetta, a R$ 216.990, previsto para chegar às lojas este mês. A versão única GLI tem apelo mais esportivo.

Por fora, o sedã recebeu novos para-choques dianteiro e traseiro, faróis e lanternas em full LED e grade redesenhada com detalhes em formato colmeia. A caixa de rodas traseiras foi alargada e, atrás, o novo difusor, também no design em colmeia, cerca o novo sistema de escape, agora com ponteiras mais ovaladas. As rodas são de 18”.

O motor é o mesmo 2.0 TSI (turbo e com injeção direta a gasolina), que, recalibrado, gera 231 cv, acoplado ao novo câmbio automatizado de dupla embreagem de 7 marchas.

BYD HAN EV (foto divulgação)
BYD HAN EV (foto divulgação)

Os alemães que se cuidem: BYD apresenta sedã elétrico de luxo

A BYD abriu a pré-venda do elétrico Han por R$ 539.990. A estratégia é ousada: a marca chinesa quer colocar este sedã grande (quase 5 metros de comprimento) no patamar de um esportivo para competir com similares de marcas premium, do calibre de BMW, Audi, Mercedes-Benz e Porsche.

Um dos destaques é o conjunto de baterias de lítio-ferro-fosfato (de baixo peso) de 76,9 kWh que prometem 550 km de alcance. Num carregador rápido, bastam 10 minutos para lhe dar 135 km de autonomia.

O motor elétrico duplo, um em cada eixo, rende 494 cv (363 kW), capaz de levá-lo a 100 km/h em 3,9 segundos. Por dentro, a cabine conta com acabamentos de couro, madeira e alumínio, multimídia de 15,3” e pacote completo de segurança.

A rede de concessionárias da BYD está em formação, com parcerias importantes de grupos do porte da Eurobike, GNC, Parvi, Dahruj, Saga e Servopa, entre outros. O grupo Itavema acaba de ser nomeado para gerir uma nova loja no Rio de Janeiro. A chinesa quer chegar até o final de 2023 com 100 concessionárias nomeadas.

A estreia da marca ocorreu no primeiro trimestre deste ano, com o Tan EV, primeiro SUV de sete lugares totalmente elétrico.

Ford Transit Furgao (foto divulgação)
Ford lança Transit Furgão

Em mais um passo de sua nova estratégia no mercado brasileiro, a Ford lança a versão furgão da Transit de sua nova divisão de veículos comerciais. Importada do Uruguai, vem nas versões L2H3 (que leva até 1.222 kg e 10,7 m³ de carga) por R$ 239.900, e L3H3 (1.181 kg e 12,4 m³) a R$ 245.900. Para dirigir o furgão, basta ter CNH categoria B.

O motor é o mesmo: 2 litros turbodiesel de 170 cv acoplado à transmissão manual de seis marchas. O comercial utiliza aditivo Arla 32. As duas versões vêm equipadas com direção elétrica, ar-condicionado, volante multifuncional, multimídia de 8”, assistente de partida em rampas e sistema start-stop (desliga o motor em paradas, como no semáforo).

É um segmento relativamente concorrido. Seus principais concorrentes são Mercedes-Benz Sprinter, Fiat Ducato e Renault Master. A nova Transit está à venda na rede de concessionárias Ford, que hoje conta com 100 pontos pelo país.

 

Novos executivos

Rodolfo Possuelo (foto divulgação Nissan)
Rodolfo Possuelo (foto divulgação Nissan)

A Nissan promoveu alterações em sua estrutura local de vendas e marketing. Tiago Castro, até então diretor sênior de vendas & marketing da Nissan do Brasil, assume a posição de vice-presidente da região Centro-Oeste da Nissan EUA.

Ao mesmo tempo, é criada a diretoria comercial na estrutura da marca no Brasil, que passa a ser comandada por Rodolfo Possuelo, responsável por vendas, pós-vendas, customer quality e desenvolvimento da rede de concessionárias. Antes, Possuelo ocupava a diretoria de vendas da marca.

Já a NeoCharge, especializada em infraestrutura de recarga para carros elétricos, contratou Rodrigo Carrau como chief commercial officer (CCO), acompanhando o movimento de spin-off da empresa e as metas de crescimento – com plano para ampliar em 10 vezes a receita da companhia nos próximos 3 anos.

Rodrigo Carrau (foto divulgação NeoCharge)
Rodrigo Carrau (foto divulgação NeoCharge)

Como CCO, Carrau tem o objetivo de otimizar toda a operação comercial da NeoCharge, com alinhamento entre a estratégia de vendas e as metas globais do negócio. A atuação do executivo envolve também as áreas de marketing, desenvolvimento de mercado e relacionamento com os clientes.

Lucia Camargo Nunes
Economista e jornalista especializada no setor automotivo. [email protected]

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Redução das desigualdades e saneamento

Brasil ainda apresenta 1,6 milhão de residências sem banheiro.

Crianças bruxas

Abandonadas na África, situação piorou com chegada das igrejas pentecostais.

Deputado cobra definição sobre Ciclovia Tim Maia

Já foram gastos R$ 72 milhões e obra segue interditada.

Últimas Notícias

Mercados caminham para fechar a semana do lado positivo

Bolsas e moedas são destaque, mas o que vale mais a pena ressaltar é a redução no juro futuro nos EUA.

Redução das desigualdades e saneamento

Brasil ainda apresenta 1,6 milhão de residências sem banheiro.

Turquia quer acordo escrito para Finlândia e Suécia na Otan

Até agora, turcos têm sido os únicos membros da Otan que se opõem às propostas dos dois nórdicos.

Arábica soma 67% e conilon, 33% da produção do Brasil

Safra brasileira total de café está estimada em 53,42 milhões de sacas de 60 kg, sendo 35,71 de arábica e 17,71 milhões de conilon.