Compras duty-free estimulam o crescimento de consumo na China

As compras isentas de impostos offshore na província insular de Hainan, no sul da China, expandiram a demanda doméstica e ajudaram a estimular um novo crescimento do consumo na China.

Clientes fazem compras em uma loja duty-free em Haikou, capital da Província de Hainan, sul da China, 3 fev, 2022. (Xinhua/Yang Guanyu)

Xinhua - Silk Road

Haikou, 27 jul (Xinhua) — As compras isentas de impostos offshore na província insular de Hainan, no sul da China, expandiram a demanda doméstica e ajudaram a estimular um novo crescimento do consumo na China.

“Hainan tem sido um farol para a indústria global de duty-free e varejo de viagem durante um período muito sombrio e difícil. O crescimento do mercado offshore duty-free em Hainan foi fenomenal, mas ainda há potencial para mais”, observou Erik Juul-Mortensen, presidente da Tax Free World Association via link de vídeo na segunda Exposição Internacional de Produtos de Consumo da China (CICPE) realizada na província.

“Os tempos difíceis que vivemos não mudam o fato de que a China é e continuará sendo o motor da indústria regional e global de duty-free e varejo de viagem”, acrescentou.

Na última década, o mercado consumidor da China cresceu rapidamente e se tornou o segundo maior do mundo. Em 2021, as vendas totais de bens de consumo no varejo da China ultrapassaram 44 trilhões de yuans (cerca de 6,5 trilhões de dólares), um aumento de 1,1 vez em relação a 2012, com uma taxa média de crescimento anual de 8,8%.

“A China é um dos maiores e mais promissores mercados consumidores do mundo”, disse Wang Haimin, gerente geral do China Tourism Group. Wang acrescentou que o crescimento do consumo da China deverá contribuir para mais de um quarto do crescimento do consumo global na próxima década, ocupando o primeiro lugar no mundo.

Segundo Wang, nos últimos dois anos, o mercado global de varejo de turismo tem encolhido devido à pandemia, mas o mercado de varejo de turismo da China ainda registrou um crescimento anual de 38% no ano passado. O mercado de bens pessoais de luxo, particularmente, ultrapassou 470 bilhões de yuans na China no ano passado, mais que o dobro antes da epidemia.

“Hainan é um dos mercados abertos mais dinâmicos da China”, disse Wang.

Como uma das principais medidas de abertura do país na nova era, a China pretende transformar toda a Ilha de Hainan em um porto de livre comércio (FTP, sigla em inglês) globalmente influente e de alto nível até meados do século.

Atualmente, as compras duty-free tornaram-se uma das principais características competitivas do consumo turístico de Hainan.

As lojas duty-free da província faturaram mais de 60 bilhões de yuans em 2021, um aumento de 84% ano a ano. Cerca de 9,7 milhões de pessoas fizeram compras com isenção de impostos em 2021 na província, um aumento anual de 73%.

O FTP de Hainan também se tornou um novo mercado de bens de luxo na China, com suas vendas em 2021 representando 13% das vendas totais do mercado de bens de luxo no país.

A empresa global de consultoria de gestão Bain & Company prevê que, com o crescimento contínuo do número de consumidores de luxo na China e a construção sustentada do FTP de Hainan, o mercado de consumo pessoal de luxo da China manterá um ritmo de recuperação rápido, e espera-se que se recupere até os níveis de 2021, pelo final de 2022 ou início de 2023.

Durante o CICPE, um white paper sobre o mercado de varejo de viagem de Hainan em 2022 foi lançado por KPMG China e Moodie Davitt Report. O white paper disse que, com o desembarque de políticas mais favoráveis às compras duty-free, espera-se que a escala do mercado de varejo de turismo no FTP de Hainan aumente ainda mais, injetando forte confiança nos investidores para expandir as suas pegadas em Hainan.

O documento prevê que Hainan se tornará o maior mercado de varejo de turismo do mundo nos próximos cinco anos. Fim

Leia também:

Regulador do mercado chinês oferece novos futuros e opções de índices

Xinhua Silk Road
Agência de notícias oficial do governo da República Popular da China.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Investidores favorecem ETFs médicos em meio a flutuações de mercado

As ações dos fundos negociados em bolsa (ETFs) médicos da China se recuperaram recentemente a favor da compra dos investidores, apesar do seu desempenho fraco em geral, informou Xinhua Finance nesta quarta-feira.

Baidu da China operará taxis autônomos em duas cidades

A gigante chinesa de tecnologia Baidu obteve a permissão para operar comercialmente táxis totalmente autônomos em vias públicas nas cidades de Wuhan e Chongqing.

SF Supply Chain fortalece a cooperação com o Grupo Michelin

A SF Supply Chain, o provedor líder de serviços de cadeia de suprimentos na China, anunciou recentemente que fornecerá soluções integradas e inovadoras de cadeia de suprimentos ao fabricante francês de pneus, Michelin Group, para fortalecer ainda mais a cooperação de cinco anos entre os dois lados, informou o comnews.cn nesta terça-feira.

Últimas Notícias

Burocracia bancária faz sete em cada 10 brasileiros perderem dinheiro

Já Pix alcança o segundo lugar no ranking de meios de pagamento aceitos pelo comércio eletrônico.

‘Americano’?

Por Eduardo Marinho.

Jô Soares, eterno em nossos corações e mentes

Por Paulo Alonso.

Microcrédito para taxistas será votado na terça

Projeto de André Ceciliano abre linha de até R$ 80 mil para renovar frota.

Safra de grãos deve ser de 271,4 milhões de t em 2021/22

Levantamento é da Conab; já queda nas safras leva à retração da Região Sul no primeiro trimestre.