Concorrência

Antes de realizar palestra na Abamec-Rio, ontem, Roberto Novis Botelho, diretor da Petrobras Distribuidora (BR), afirmou que o crescimento da Agip na área de postos de abastecimento no Brasil, após a aquisição de 285 postos da Shell, é sinal de que a concorrência se acirra. Ressalvou porém que a competição será mais correta porque haverá pagamento de impostos (incidência de 40% na atividade) ao passo que hoje muitos não pagam pelos mais diversos motivos, inclusive com os pedidos de liminares.

Mão única
O presidente da Anfavea, José Carlos Pinheiro Neto, não garantiu a manutenção dos empregos do setor em troca do programa de renovação da frota de veículos. “Quem garante empregos é o consumidor”, alegou, esquecendo-se de aplicar o mesmo princípio na hora de pedir subsídios ao Governo – pagos pelo contribuinte – para garantir mercado para seus produtos.

Beiço
O Banco Central autorizou o Crefisul, sob liquidação desde março, a repassar seus 438 grupos de consórcio a outras instituições. A medida oferta ao mercado a carteira de 20 mil clientes do Consórcio M, que reunia os consórcios Mappin e Mesbla e que também está sob administração do BC. Com a decisão, os clientes poderão manter seus consórcios, mas perdem o dinheiro que já investiram. Os R$ 70 milhões dos consórcios depositados no Crefisul serão usados para cobrir o rombo do banco. Os consorciados, mais uma vez, ficam a ver navios; o sistema, um vez mais, se desmoraliza; e o BC, pela enésima vez, revela inapetência total para cumprir seu papel de fiscalizador em qualquer operação superior acima de R$ 1 milhão.

Eminência
A demissão de Andrea Calabi do BNDES e sua substituição por Francisco Gros revelam a crescente sombra do presidente do Banco Central, Armínio Fraga, sobre o Governo. Fraga, que já emplacara um cunhado na presidência da CVM, foi o principal responsável pela volta de Gros ao Governo. Como ex-colegas de mercado financeiro, o ministro Alcides Tápias pode até não ter em Gros um desafeto – pelo menos por enquanto – mas sua indicação foi decidida por Fraga. Ou seja, Tápias teve força – ou foi estimulado – para derrubar Calabi, mas não conseguiu nomear alguém de sua livre escolha.

Miado
Para este coluna não foi surpresa, mas não custa registrar: ACM, mais uma vez, voltou a rugir como leão e agir como gatinho. Depois de falar grosso contra as medidas provisórias, cedeu às vontades do Planalto, como legislar, via MP, sobre reformas constitucionais. Em relação ao salário mínimo, já ensaia topar uma migalha um pouco maior do que a inicialmente pensada por Malan e Cia. O próximo passo será elevar os salários de seus pares para o teto de R$ 12.720 mil, depois de  se bater por um limite de R$ 10,8 mil.

Debutante
Antes tarde do que nunca. Principal exportadora de café do Brasil, como destaca o release da empresa, a Companhia Cacique de Café Solúvel acaba de lançar sua home page na Internet. No endereço www.cacique.com.br pode-se encontrar informações sobre a empresa e seus produtos.

Tribunal S/A
Marcus Faver, vice-presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ), anunciou que o órgão máximo do Judiciário do Rio virou “empresa” S/A, com oito mil funcionários e 760 juizes, a caminho de elevar esse número para mil magistrados. É que ele se tornou independente financeiramente e passou a gerenciar o Fundo Especial do Judiciário, o primeiro do País, que tem receitas da taxa judiciária e de 20% sobre os emolumentos cobrados pelos cartórios extrajudiciais. Essas duas coletas marcaram a gestão 99 do presidente, o desembargador, Humberto de Mendonça Manes.

Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPara ser vosso
Próximo artigoRetomar a soberania

Artigos Relacionados

‘EUA do Mar’ seria considerado crime de lesa-pátria

Na terra de Biden, entregar navegação a estrangeiros é impensável.

Governo Bolsonaro não dá a mínima para a indústria

País perde empregos de qualidade e prejudica desenvolvimento.

Taxa sobre exportação de petróleo renderia R$ 38 bi

Imposto aumentaria participação do Estado nos resultados do pré-sal.

Últimas Notícias

Fundos de investimento poderão atuar como formadores de mercado na B3

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) autorizou os fundos de investimento a atuarem como formadores de mercado na B3, a bolsa do Brasil. A...

ABBC: Selic deve subir 1,50 ponto percentual

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) se reúne na próxima terça-feira (7) para decidir sobre a nova Selic, a taxa básica...

Ibovespa fecha a semana em alta

(alta de 0,013%). O volume representou uma extensão do movimento positivo registrado na quinta-feira (2), quando o índice fechou com forte alta de 3,66%,...

China: Incentivos fiscais para investidores estrangeiros

A China anunciou que estendeu suas políticas fiscais preferenciais para investidores estrangeiros que investem no mercado de títulos da parte continental do país. A...

Brasileiro teria renda 6 vezes maior com indústria forte

Entre 1950–70, PIB do País foi multiplicado por 10.