Confiança da indústria sobe pelo segundo mês

Índice da FGV subiu 2,3 pontos de abril para maio deste ano.

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), subiu 2,3 pontos de abril para maio deste ano e chegou a 99,7 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos. Essa foi a segunda alta consecutiva do indicador, que atingiu o maior patamar desde dezembro do ano passado (100,1 pontos). Houve aumento da confiança dos empresários em 12 dos 19 segmentos da indústria brasileira pesquisados pela FGV.

O Índice de Expectativas, que analisa a confiança do empresariado no futuro, cresceu 3 pontos e atingiu 99 pontos. Já o Índice da Situação Atual, que calcula a percepção sobre o presente, subiu 1,6 ponto e chegou a 100,4 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) da Indústria aumentou 1 ponto percentual em maio e chegou a 80,8%, o maior nível desde outubro de 2021.

Já segundo a Associação Brasileira de Automação (GS1 Brasil), há uma busca pela manutenção do portfólio de produtos da indústria nacional nos primeiros meses deste ano.

De acordo com o estudo “Taxa de retração industrial”, da entidade, em abril deste ano, o encerramento de portfólio de produtos pelas empresas brasileiras foi menor em 4,5% em relação a março. Ou seja, houve uma leve recuperação. Quando se analisa a taxa de retração acumulada nos primeiros meses deste ano, a queda em cancelamentos é maior ainda: 10,3% para o número Brasil e 0,2% para MPE.

Os números de 2022 apontam para um esforço pela manutenção de produtos em circulação no último ano, já que nos últimos 12 meses o balanço ainda é negativo em 1,6% para Brasil e 12,8% para as pequenas e médias empresas.

 

Com informações da Agência Brasil

Leia também:

Confiança do consumidor cai 3,1 pontos em maio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Dia dos Pais: shoppings preveem crescimento de 16% nas vendas

Setor deve movimentar R$ 4,4 bilhões entre os dias 8 e 14 de agosto.

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Azul mantém Norte Fluminense e Gol vai montar hub na Bahia

Companhia aérea recebeu incentivos fiscais do governo baiano.

Últimas Notícias

Real pode se beneficiar da queda do dólar ante moedas emergentes

Em NY, os índices futuros acionários operam no positivo, assim como as principais Bolsas europeias; alta também na Ásia.

Dia dos Pais: shoppings preveem crescimento de 16% nas vendas

Setor deve movimentar R$ 4,4 bilhões entre os dias 8 e 14 de agosto.

BNDES: R$ 6,9 bi para construção da linha 6 do metrô de SP

Total previsto de R$ 17 bilhões financiados por um consórcio de 11 bancos

Área de oncologia movimenta R$ 50 bilhões no Brasil

Cerca de 625 mil novos casos de câncer são diagnosticados por ano