26.4 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Congelado

Não é apenas no ar que o governo anda de olho nos negócios de Wagner Canhedo. Também na terra, Canhedo atrai a atenção da fiscalização. Em Goiás, numa pequena cidade a quatro quilômetros da capital Goiânia, fiscais do Ministério da Agricultura acompanham o funcionamento do frigorífico do dono da Vasp. Até agora, diga-se de passagem, sem registrar nenhuma irregularidade no negócio com o gado.

Poesia fica
A biblioteca do poeta, tradutor e ensaísta Haroldo de Campos será doada pela família para a Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. As negociações duraram um ano, pois havia o interesse da Universidade de Yale em adquirir o acervo. Mas a família preferiu que os 30 mil volumes permanecessem no Brasil. Os livros ganharão um espaço próprio na Casa das Rosas, na Avenida Paulista, que passará a se chamar Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura e deve ser inaugurado no início de 2005. Entre as raridades, obras como as primeiras edições autografadas de livros de Octavio Paz e João Cabral de Melo Neto; e traduções feitas por Haroldo de obras em inglês, francês, espanhol, alemão, italiano, russo, hebraico, chinês e japonês.

Investimento
O Grupo Roche investiu cerca de US$ 70 milhões para reinaugurar amanhã seu parque industrial em Jacarepaguá (Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro). Foram aplicados  US$ 70 milhões na fábrica de medicamentos.

Líder
Ivan Zurita, presidente da Nestlé Brasil, foi escolhido Líder Empresarial Nacional de Responsabilidade Social de 2004. É a segunda edição do prêmio que a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) instituiu para destacar os empresários que realizam ações na área de responsabilidade social.

Sinal vermelho
Informa o diretório Regional do Partido dos Trabalhadores do Rio que, por decisão do desembargador Paulo Espírito Santo, o resultado da eleição em Paracambi está suspenso até que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) conclua as investigações de compra de votos, conforme denúncia apresentada pelo atual prefeito, André Ceciliano (PT).

É geral
Um professor carioca que se mudou do Rio para Joinville, em Santa Catarina, à procura de maior tranqüilidade e menos violência, em menos de um ano, já teve o carro arrombado duas vezes por bandidos que lhe surrupiaram o DVD, sendo uma delas na garagem do próprio prédio. Os furtos catarinenses representam o dobro dos que sofreu em cerca de 40 anos de Rio, onde, na última modalidade, estava invicto.

Distorções
Para quem não entendeu a indignação que tomou conta de algumas cariocas pela síntese do Rio feita pelo The Independence como cidade da cocaína e da carnificina, poderia arriscar, estampar, por exemplo, na mídia tupiniquim manchetes apresentando a Bélgica como país da pedolifilia, porque pelo menos um anormal trucidou cerca de cem crianças, após sodomizá-las. Em tempo, a coluna que condena esse tipo de reducionismo conhece a Bélgica como a terra do Tintin e da sede da União Européia (UE).

Artigo anteriorTodos contra um
Próximo artigoSistema do BB fica fora do ar
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.