26.4 C
Rio de Janeiro
segunda-feira, janeiro 18, 2021

Conquista

Redução de 7% no ICMS do setor metal-mecânico será anunciada nesta quinta-feira pelo governador do Rio de Janeiro, Sergio Cabral Filho, que se reunirá com o presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa, e empresários no pátio da empresa Usimeca, em Nova Iguaçu (Baixada Fluminense). Esse desconto atende a um pleito de mais de 20 anos do setor. “Havia uma desvantagem muito grande em relação aos outros estados, e as indústrias do Rio de Janeiro só conseguíamos vender para fora”, disse César Moreira, presidente do Sindicato das Indústrias Mecânicas e de Material Elétrico da Capital.

Nuvens negras
Diante da busca incessante da imprensa por especialistas e assemelhados para comentar o acidente com o Airbus da Air France, a TAM divulgou circular interna proibindo seus funcionários de darem entrevistas sobre o tema sem autorização da empresa. Como cliente da Boeing, principal rival da Airbus, a TAM teme que comentários possam comprovar ruídos na sua relação com o mercado de aeronaves.

E agora, Cabral?
Um funcionário do DER do Rio de Janeiro não acreditou na promessa feita pelo governador do Rio, Sergio Cabral, aos moradores de Japeri (Baixada Fluminense) e adjacências em relação ao traçado do Arco Rodoviário da Região Metropolitana. Cabral garantiu que a rodovia não cruzará o único campo de golfe público municipal do país, que atende à população carente da região. Pois o funcionário do órgão público estadual garante, em Japeri, que o traçado não será alterado e vai cortar o campo.

Elite
Ainda em relação ao campo de golfe, ingleses da federação internacional do esporte vão questionar o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman, sobre como pode o Brasil querer sediar uma olimpíada ao mesmo tempo em que retira da população carente a oportunidade de praticar um esporte.

“Data venia”
Redução de mais de 2.200 leis para seis e publicação de livros com a legislação consolidada são algumas das propostas apresentadas na quinta reunião da Comissão Especial para o Cumprimento das Leis da Alerj. Se as farmácias, por exemplo, fossem cumprir toda a legislação em vigor, precisariam tomar medidas absurdas. É o caso da lei que obriga a divulgação, em cartazes, da lista de medicamentos genéricos que são comercializados. Hoje esta lista tem 39 páginas.

Hiato
Segundo policiais militares que participaram das equipes de socorro às vítimas de Cocal atingidas pelo rompimento da Barragem de Algodões 1, no Piauí, entre a queda da barragem e a convocação da Polícia Militar de Parnaíba – cidade limítrofe – decorreu uma hora e 45 minutos: “A barragem rompeu às 16h30, a água chegou ao local às 18h, a Polícia Militar de Parnaíba foi convocada às 18h15, saíram do quartel às18h25 e chegaram ao local às 19h20. Quando chegamos, parecia que tinha passado uma tsunami no local: casas destruídas, lama, entulho, animais mortos, árvores derrubadas”, relata um PM a uma fonte desta coluna, acrescentando que, com a queda da ponte de acesso a Parnaíba, quem vem para Teresina tem de dar a volta por Tinguá, no Ceará. Assim, um trajeto que era feito em quatro horas passou a levar 12 horas.

ECO do Protógenes
Afastado de suas funções na Polícia Federal após comandar as investigações sobre o Banco Opportunity, o delegado Protógenes Queiroz segue em alta nas ruas. Nesta quinta-feira, às 19h, ele faz palestra no auditório da Escola de Comunicação (ECO),  da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), organizada por estudantes e professores do curso de Jornalismo. Tendo como tema “Sigilo Policial e Liberdade de Imprensa – Formas Possíveis de Interação”, Protógenes vai tratar da divulgação pela imprensa dos casos de corrupção no Brasil. O delegado pretende responder indagações como “O cidadão tem o direito de saber de tudo?” e  “Como deve ser preservada a integridade pessoal dos envolvidos em atos de corrupção?”.

Artigo anteriorCoração bate forte
Próximo artigoEstado máximo
Marcos de Oliveira
Diretor de Redação do Monitor Mercantil

Artigos Relacionados

Grande produtor rural não paga impostos

Agronegócio alia força política a interesses do mercado financeiro.

Não foi a disrupção que derrotou a Ford

Mercado de automóveis está mudando, mas montadora sucumbiu aos próprios erros e à estagnação que já dura 6 anos.

Quantas mortes pode-se debitar na conta de Bolsonaro?

Se índice de óbitos por Covid-19 no Brasil seguisse a média mundial, teriam sido poupadas 154 mil vidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Últimas Notícias

Varejo sente redução no auxílio e alta da inflação

Comércio ficou estável em novembro e quebrou sequência de recuperação.

Senado quer que Pazuello se explique

Pedido de convocação para cobrar ação do Ministério da Saúde no Amazonas.

Lenta recuperação na produção industrial dos EUA

Setor ainda está 3,6% abaixo do nível anterior à pandemia.

Realização de lucros em âmbito global

Bolsas europeias e os índices futuros de NY operam em baixa nesta manhã de sexta-feira.

Desaceleração deve vir no começo do primeiro trimestre

Novo pacote de estímulo fiscal, bem como o avanço da imunização, deve garantir reaceleração em direção ao final do período.