Construção civil tem alta de preços de 2% em março

Para FGV, percentual é maior do que o observado em fevereiro: 1,07%; confiança dos empresários do setor cai pelo terceiro mês.

O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M), calculado pela Fundação Getulio Vargas, registrou taxa de inflação de 2% em março deste ano. O percentual é maior do que o observado em fevereiro (1,07%).

Segundo a FGV, o INCC-M acumula taxas de inflação de 4,04% no ano e de 11,95% em 12 meses.

Os materiais e equipamentos tiveram alta de preços de 4,44% no mês. O item com maior inflação foi o material metálico para estruturas, que subiu 14,15%.

Os serviços tiveram uma inflação de 0,69%, enquanto o custo da mão de obra ficou 0,28% mais caro no mês. O INCC-M é calculado com base em preços coletados em sete capitais: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Recife, Salvador e Porto Alegre.

Já o Índice de Confiança da Construção, também medido pela FGV, recuou 3,2 pontos de fevereiro para março deste ano, na terceira queda consecutiva. O indicador chegou a 88,8 pontos, o menor nível desde agosto de 2020 (87,8 pontos). O índice é medido em uma escala de zero a 200 pontos e, a partir de 100, indica otimismo do setor.

O Índice de Situação Atual, que mede a percepção dos empresários da construção sobre o presente, recuou 2,2 pontos e passou para 87,8 pontos. O Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, caiu 4,1 pontos, sua quinta queda consecutiva, e atingiu 90 pontos.

O nível de utilização da capacidade da construção caiu 1,5 ponto percentual para 71,8%.

Entre os fatores limitativos para o crescimento do setor apontados pelos empresários estão a elevação dos preços dos materiais e as dificuldades enfrentadas pela pandemia.

 

Com informações da Agência Brasil

Leia mais:

Covid levou a uma queda de US$ 22 bi em vendas fora do lar

Indústria paulista apresentou retração de 3,5% em fevereiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Fux suspende decisão que tornava Eduardo Cunha elegível

Com isso, ex-presidente da Câmara não poderá se candidatar.

Em um ano, Brasil perdeu 1,2 milhão de empresas

Entre abril de 2021 e o de 2022, Ltdas. e S/As foram as que mais fecharam; MEIs, apesar da proliferação, caíram 7,2% no período.

Preço dos medicamentos recuou 0,74% em julho

Após avançar 1,32% em junho, queda mensal observada foi inferior à variação do IPCA/IBGE.

Últimas Notícias

Produtos verdes e inteligentes são destaques na Expo da Rota da Seda

Uma variedade de produtos verdes e produtos inteligentes estão em exibição na Sexta Exposição Internacional da Rota da Seda em Xi'an,na China.

Delta do Rio Yangtzé impulsiona integração por meio de digitalização

O Delta do Rio Yangtzé da China, um dos centros econômicos do país, está acelerando a sua transformação digital e fazendo novos progressos com base nas redes 5G.

Fux suspende decisão que tornava Eduardo Cunha elegível

Com isso, ex-presidente da Câmara não poderá se candidatar.

Em um ano, Brasil perdeu 1,2 milhão de empresas

Entre abril de 2021 e o de 2022, Ltdas. e S/As foram as que mais fecharam; MEIs, apesar da proliferação, caíram 7,2% no período.

Rio restabelece parte dos serviços hackeados

Sistemas fazendários continuam fora do ar.