Consultoria em que Moro trabalhou ganhou 75% com empresas da Lava Jato

Segundo revista, Alvarez & Marsal faturou R$ 42,5 milhões com honorários de companhias investigadas.

A consultoria Alvarez & Marsal, para a qual Sergio Moro foi trabalhar depois que deixou o Governo Bolsonaro, informou ao Tribunal de Contas da União (TCU) que recebeu, nos últimos anos, R$ 42,5 milhões de empresas envolvidas na Operação Lava Jato, de acordo com a revista Veja. O montante representa 75% de todos os honorários que a consultoria recebe no Brasil.

A investigação no TCU apura a contratação do ex-juiz pela Alvarez & Marsal, um movimento que pode significar a chamada “porta giratória”, quando um agente público deixa seu cargo e passa a trabalhar para empresa beneficiada por seus atos ou para a qual leve conhecimentos que obteve na sua atuação pública.

Segundo a Veja, nos últimos anos a consultoria norte-americana recebeu R$ 1 milhão por mês da Odebrecht e da Atvos (antiga Odebrecht Agroindustrial); R$ 150 mil da Galvão Engenharia; R$ 115 mil do Estaleiro Enseada (que tem como sócias Odebrecht, OAS e UTC); e R$ 97 mil da OAS.

Nesta quinta-feira, o TCU retirou o sigilo de documentos que mostram os valores dos honorários pagos ao ex-juiz pela consultoria. A decisão foi de Bruno Dantas, relator da ação, que investiga irregularidades envolvendo a Lava Jato e a Odebrecht. Dantas também tirou o sigilo de peças referentes à empreiteira. O pedido foi apresentado por Lucas Rocha Furtado, subprocurador-geral do Ministério Público de Contas.

Segundo a Veja, no entanto, a Alvarez & Marsal não quer informar ao TCU quanto pagou a Moro no período em que ele trabalhou lá. A empresa garante que Moro nunca trabalhou diretamente para nenhuma das empresas envolvidas na Lava Jato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigos Relacionados

Quatro em 10 brasileiros pretendem pedir crédito nos próximos 90 dias

Intenção atingiu maior patamar desde junho de 2021; dívidas são o principal motivo.

Crédito para recuperação de áreas da Mata Atlântica

Poderá gerar 3 milhões de empregos no campo

TCU aprova venda da Eletrobras em meio a denúncias

Tarifas vão subir, e risco de apagão cresce.

Últimas Notícias

Quatro em 10 brasileiros pretendem pedir crédito nos próximos 90 dias

Intenção atingiu maior patamar desde junho de 2021; dívidas são o principal motivo.

Healthtechs e edtechs rivalizam com fintechs por investidores

Startups de saúde e de educação se aproximam das empresas de tecnologia financeira na disputa pelos aportes

Mercados dão continuidade a movimento negativo visto desde ontem

Bolsas e commodities cedem, enquanto as curvas de juros dão um alívio; moedas são a exceção e avançam contra o dólar.

Conab aponta para safra de café em 53,4 milhões de sacas

Nos quatro primeiros meses, país já exportou 14,1 milhões de sacas de 60 kg; volume é 10,8% menor que o exportado em igual período de 2021.

Em caso de novo ataque hacker, 80% das empresas pagariam resgate

Senhas: sequências numéricas simples ainda são motivo de ataques cibernéticos.